A prática sexual pode trazer diversos benefícios para a #Saúde. Saiba que ele pode melhor o sono, ajudar em uma crise de enxaqueca e até mesmo aumentar os anticorpos do sistema imunológico. Então, confira a lista com dez benefícios do #sexo para a saúde:

Fortalece a imunidade

Fazer sexo pode ajudar na sua imunidade, já que praticar o ato aumenta em até 30% o nível de anticorpos no sistema imunológico, de acordo com pesquisa feita pela Universidade Wilkes, na Pensilvânia, nos Estados Unidos. A explicação para o significativo aumento de anticorpos é que as pessoas que fazem sexo regularmente estão mais expostas à vírus e bactérias e isso resulta uma maior liberação de anticorpos.

Publicidade
Publicidade

Melhora a saúde cardiovascular

Durante o sexo há uma elevação na frequência cardíaca. O aumento representa uma significativa melhora na saúde cardiovascular. Esse fato foi comprovado por um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa New England, dos Estados Unidos. De acordo com a pesquisa, os homens que têm por volta de 50 anos e fazem sexo pelo menos duas vezes por semana apresentaram isco 45% menor de ter problemas cardíacos.

Reduz a pressão sanguínea

As mulheres entre 57 e 85 anos que possuem uma vida #sexual ativa são menos susceptíveis a ter pressão alta, o que é um resultado excelente, já que a pressão alta é porta para doenças sérias, como infarto e derrame, segundo estudo feito pela Universidade Estadual de Michigan, também nos Estados Unidos.

Analgésico natural

Praticar sexo pode ajudar muito as pessoas que sofrem de dor de cabeça e enxaqueca.

Publicidade

De acordo com um estudo da Universidade de Munster, na Alemanha, as pessoas que têm enxaqueca confirmaram ter uma redução de pelo menos 60% da dor depois do ato sexual. Os pesquisadores concluíram que isso acontece porque o sexo libera a endorfina, mais conhecido como hormônio do bem-estar.

Diminui o risco de câncer de próstata

O estudo realizado pelo Instituto Nacional do Câncer em Maryland, nos Estados Unidos, chegou à conclusão de que homens que ejaculam ao menos 21 vezes por mês apresentam um risco três vezes menor de desenvolver câncer de próstata. Isso acontece porque a ejaculação ajuda a próstata a limpar o órgão de substâncias que podem causar câncer e ainda impede o desenvolvimento de depósito de cálcio, fator de risco para esse tipo de tumor.

Melhora o sono

O sexo libera vários hormônios que proporcionam relaxamento. Dentre as substâncias químicas liberadas estão a ocitocina e a prolactina, que combinadas ajudam a dormir melhor e mais rapidamente.

Reduz o estresse

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Paisley, na Escócia, descobriu que pessoas que fizeram sexo recentemente são menos estressadas e apresentavam menor pressão sanguínea nas situações que precisavam falar em público ao serem comparadas com pessoas que não fizeram sexo no dia anterior. Os pesquisadores acreditam que a liberação de ocitocina durante o sexo tem efeito calmante no corpo.