As representantes do sexo feminino convivem com essa “convidada mensal” há diversos anos, em regra geral, desde o início da fase da adolescência; entretanto, mesmo assim, ela é capaz de provocar uma série de questionamentos e dúvidas que deixam as mulheres mais jovens e também de mais idade, com sentimentos de aflição e com muito medo do que realmente pode estar acontecendo nos seus organismos e #Saúde como um todo. Trata-se da menstruação! O ciclo menstrual tem a probabilidade de passar por diversas transformações e influências ao longo da linha de tempo das mulheres, o que pode vir a caracterizar indícios de que algo não está sob controle na área íntima da #Mulher

Algumas das anormalidades durante a menstruação que podem indicar problemas

  • #Menstruação prolongada: quando a menstruação é superior a 8 dias, essa é classificada no mundo médico como hipermenorreia ou o excesso de sangramento, levando a anemia em algumas pacientes acometidas pela situação. São vários os motivos para que isso aconteça, desde um simples descontrole na taxa dos hormônios até doenças mais complicas na região uterina. Quando a hipermenorreia se manifesta, rapidamente a mulher deve procurar um médico ginecologista para uma investigação mais detalhada.
  • Corrimento: as mulheres ao perceberem um corrimento de cor amarronzada e que persiste por muitos dias logo depois que a menstruação já se encerrou, devem ficar atentas, pois isso não pode ser saudável e aconselha-se que a mulher procure um especialista médico, no sentido de se diagnosticar a causa real do que está acontecendo e para que ele ministre o tratamento ideal em relação a doença.
  • Odor forte: o cheiro extremamente pregnante e desagradável, que é diferente do apresentado no ciclo menstrual considerado normal, é o sinal de que o organismo da mulher está sofrendo de algum processo infeccioso localizado ou que ainda tem alguma patologia de caráter ginecológico.
  • Cólicas menstruais: o que a princípio é algo bastante normal e que deveria ocorrer de forma branda, pode se transformar em algo demasiadamente constante e intenso, ao ponto de comprometer o dia a dia habitual da mulher. Em alguns casos esses são sintomas típicos da endometriose, que carece da intervenção médica para ser cuidada.
  • Alteração do ciclo menstrual: normalmente a duração do ciclo menstrual sadio é em torno de 28 dias, mas quando a mulher identifica mudanças acentuadas no período do mesmo, ela terá de ir a um ginecologista, que poderá constatar por meio de exames a causa raiz do problema, o qual pode ser oriundo de ovários policísticos, doenças correlacionada a tireoide, pólipos do endométrio, miomas, entre tantas outras causas.