Dengue, Zika e Chikungunya são doenças sérias, que podem causar danos graves à saúde de quem é afetado e até mesmo levar uma pessoa à morte. O governo federal, junto aos governos estaduais e municipais e a órgãos ligados à saúde têm trabalhado arduamente na luta contra o mosquito causador dessas doenças. As campanhas de conscientização têm alertado a população sobre a importância do #combate ao mosquito e, principalmente, a respeito dos sintomas das três doenças, pois identificá-las é crucial para tratá-las logo no início e evitar que o pior aconteça.

Conheça os sintomas das doenças causadas pelo mosquito

As #doenças causadas pelo mosquito têm sintomas parecidos, o que difere é a intensidade dos mesmos.

Publicidade
Publicidade

Identificá-los é a forma de conseguir, a tempo, o tratamento adequado e evitar maiores complicações.

Dengue

A dengue causa, de forma intensa, dores de cabeça e dores musculares. De forma leve, surgem dores nas articulações e coceira. Surgem manchas vermelhas pelo corpo (em 30 a 50% dos casos) e a partir do 5º dia, febre alta acima de 38°. A febre pode durar de 2 a 7 dias. Raramente ocorre conjuntivite e inchaço nas articulações. Outros problemas podem ocorrer, como encefalites, mielites e Síndrome Guillain-Barré. Apesar das chances serem raras, a Síndrome Guillain-Barré, por exemplo, desencadeia problemas que mudam a vida de uma pessoa para sempre, pois se trata de uma doença em que o próprio corpo ataca o sistema nervoso, o que leva à inflamação dos nervos e fraqueza muscular, podendo causar até mesmo paralisia.

Publicidade

Zika

Há dois sintomas que ocorrem de forma intensa na Zika: o surgimento de hipertrofia ganglionar (ínguas) e o surgimento de manchas vermelhas (em 90-100% dos casos e logo nos primeiros dias, 1º ou 2º dia). Sintomas que ocorrem de forma moderada: dor de cabeça, dores nas articulações, dores musculares e coceira (que pode se tornar intensa). A febre é baixa (entre 37 e 38º) ou pode não ocorrer. Pode também ocorrer conjuntivite (em 50 a 90% dos casos) e inchaços leves nas articulações.

Chikungunya

A Chikungunya pode ser identificada pela dor muscular intensa. Inchaço e dores nas articulações podem ocorrer moderada ou intensamente (esses sintomas ocorrem frequentemente). Dor de cabeça moderada, febre alta (acima de 38°) e coceira leve são outros sintomas. Em 30% dos casos pode ocorrer conjuntivite. Na metade dos casos e entre o 1º e 4º dia, podem surgir manchas vermelhas.

Precisamos falar sobre a Microcefalia

Gestantes têm que ficar bem atentas e devem redobrar os cuidados durante a gravidez, já que foi confirmada a relação da microcefalia com o zika vírus.

Publicidade

Os primeiros três meses são os de mais risco, mas a gestante deve se proteger do contato com o mosquito durante toda a gravidez, além de buscar acompanhamento profissional. Se o pré-natal já era importante, em tempos de prevenção de doenças causadas pelo mosquito, essa importância é potencializada.

Formas de combater o mosquito e evitar a proliferação

É importante que a população se conscientize que é dever de cada um assumir seu papel nessa guerra contra o mosquito. A saúde pública depende tanto dos órgãos competentes quanto do cuidado que cada pessoa tem de desenvolver ações que tenham como objetivo evitar criadouros do mosquito e que ele se prolifere.

Veja algumas ações (individuais e conjuntas) para evitar focos do mosquito:

  • não deixe água parada - e não se engane pensando que se for água limpa não terá problema, pois é justamente a água limpa que ele prefere;
  • use telas de proteção em portas e janelas
  • proteja os ralos com tela
  • limpe reservatórios de água (caixas d’água, vasilhas de animais, entre outros)
  • evite acúmulo de lixo e tenha cuidado com pneus velhos, que costumam acumular água
  • denuncie possíveis focos do mosquito
  • mantenha calhas limpas
  • deixe garrafas sempre com a boca para baixo
  • coloque plantas que estão só em água em um vaso com terra⦁ não deixe acumular água na bandeja de sua geladeira, quando ocorre o degelo
  • mantenha secos os lugares que costumam ter fluxo de água, como lavanderias e cozinhas
  • organize mutirões com a vizinhança, para limpeza da rua ou de terrenos abandonados (neste caso também informe os agentes epidemiológicos ou órgãos competentes, pois lugares abandonados podem ser invadidos para a limpeza)

Tenha em mente que é preciso acabar com esse mal de uma vez por todas. Muitas pessoas já perderam suas vidas e muitas outras sofrem com as sequelas dessas doenças. A luta é de cada um de nós: diga não ao mosquito.

#sintomas das doenças causadas pelo mosquito