Em fevereiro deste ano, um cientista russo chamado Dyomin Damir Zakharovich, que dizia trabalhar para a NASA, anunciou que o fim do planeta Terra como o conhecemos estava próximo. Segundo o russo, um asteroide de cerca de um quilômetro, batizado de 2016 WF9, estaria em rota de colisão com a Terra.

Se você está lendo isso agora, é porque a previsão de Zakharovich não foi assim tão boa. Mas o que de fato aconteceria caso um asteroide colidisse com nosso planeta? Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Southamptom decidiu estudar quais seriam as consequências da colisão de um asteroide com a Terra e listaram as sete piores na publicação Geophysical Research Letters.

Publicidade
Publicidade

Confira abaixo as consequências mais severas:

Abalos sísmicos

Em caso de uma colisão entre um asteroide e o nosso planeta, provavelmente a Terra sofreria com abalos sísmicos devastadores. O planeta tremeria e isso faria muitas vítimas: cerca de 1,1 bilhão de mortes, em um #Mundo com 7 bilhões de habitantes. Assustador, não?

Crateras

Uma colisão certamente produziria uma grande cratera na superfície do planeta. Se o asteroide atingisse uma área urbana ou de alta densidade demográfica, muitas pessoas seriam vitimadas, não somente pelo evento em si, mas pela queda de pontes, prédios e outras estruturas ao redor.

Transporte de resíduos pelo ar

Muitas mortes poderiam ser ocasionadas por fragmentos de vidro e outros materiais transportados pelo ar com a força do impacto, tal como ocorreu em 2013 em Chelyabinsk, na Rússia, após o impacto de um meteoro.

Publicidade

Tsunami

Caso o asteroide atingisse o oceano, nosso maior problema seriam as ondas gigantes. Muitas pessoas vivem perto da costa, portanto, o impacto seria fatal para cerca de 70 ou 80% da raça humana. Os habitantes do interior, no entanto, sobreviveriam.

Radiação térmica

Esta é realmente assustadora, pois a radiação térmica causada pelo impacto literalmente nos mataria torrados ou, na ''melhor'' das hipóteses, nos causaria queimaduras graves e dolorosas. Mesmo aqueles que conseguissem sobreviver a isso correriam o risco de desenvolver câncer após a exposição à radiação.

Choque de sobrepressão

Resumidamente, a força do choque nos explodiria.

Rajadas de vento

Estas seriam tão severas no caso de uma colisão de asteroide que seriam capazes de lançar pessoas para o outro lado do estado, literalmente.

Felizmente, a probabilidade de um asteroide colidir com a Terra em um futuro próximo é bastante pequena. Dá um alívio pensar nisso, certo? #Curiosidades #Ciência