Os temas ligados ao #sexo e que de algum modo possam promover um tempero especial na relação provocam muita curiosidade. O prazer no encontro sexual e afetivo entre as pessoas obedece a “normalidade” dos contatos físicos, que é geralmente medida conforme negociação prévia dos parceiros ao se praticar isso ou aquilo outro. Entretanto, as práticas que apimentam e conferem maior excitação entre duas pessoas podem trazer conseqüências físicas desagradáveis aos seus participantes. No caso do homem, por exemplo, ele pode vir a sofrer com o que é conhecido no mundo médico como fratura peniana.

Publicidade

Sim, o órgão sexual masculino não é literalmente de borracha e pode se "quebrar" durante o coito, causando muita dor e constrangimento à vítima.

Publicidade

Por outro lado, quando algo assim acontece, a primeira atitude do #Homem deveria ser procurar socorro médico e deixar a vergonha de lado, para evitar uma série de consequências que podem ser bastante prejudiciais no futuro.

Justamente pensando em casos assim, quando o #Pênis quebra, é que o médico especialista em urologia, Alex Meller, pertencente ao quadro de profissionais da UNIFESP, explicou que não é incomum que o acidente aconteça no transcurso de um encontro sexual, justamente quando o membro do homem está em estado de ereção, facilitando as fraturas de menores ou maiores proporções..

Publicidade

O médico fornece ainda mais detalhes e diz que geralmente quando o casal opta por posições sexuais que são verdadeiras artes de malabarismo, para que isso aconteça o pênis do homem tem de permanecer em um ângulo ou envergadura demasiadamente acentuado. Enfim, as pessoas devem usar um pouco de “razão” durante a prática sexual e evitar posições que possam causar danos físicos aos corpos de ambos, no caso, principalmente aos homens.

Como agir caso quebre?

Caso o pênis quebre, a primeira coisa que deve ser feita é rumar imediatamente para uma unidade de pronto socorro, pois, muitas vezes, é obrigatório se submeter a uma intervenção cirúrgica corretiva, com o objetivo de impedir a ocorrência de algum tipo de disfunção erétil, mais conhecida como impotência. Quanto mais demora em buscar socorro profissional, mais aumentam as chances da impotência futura..

Publicidade

Vale frisar que existem os casos caracterizados unicamente pela lesão peniana (mais brandos) e que não carecem de cirurgia, ou seja, são, na realidade, fraturas pequenas e parciais dos denominados corpos cavernosos do membro, as quais costumam ser tratadas à base de fármacos locais, esclarece Meller; todavia, quem deve julgar se o caso é grave ou não, e qual o melhor procedimento no tratamento, é sempre o médico.

O grande temor das quebras ou fraturas do pênis é quando ocorre a dita cicatrização espontânea pela demora em procurar o especialista, o que pode fazer com que o membro fique torto de forma permanente ou ainda condicionar a tão temida impotência.

O acometimento de dores agudas na área do pênis é algo comum quando ocorre fratura, tudo porque se manifesta a falha na túnica albugínea, que é o tecido responsável por envolver os corpos cavernosos do pênis, represando o sangue e direcionado para estas espécies de cavernas, o que promove toda a dinâmica básica da ereção.

Enfim, ser cuidadoso com as posições sexuais extremas é sempre aconselhável. Caso aconteça algo de anormal durante a prática sexual, a vergonha deve ser banida e procurar ajuda médica rapidamente é imprescindível.