Uma mulher britânica é portadora de uma rara doença, que a fez nascer com dois úteros, duas vaginas e dois cérvix uterinos. O caso é tão raro que ela se tornou estrela do documentário A mulher com duas vaginas - vivendo diferentemente, produzido pelo canal BBC e previsto para estrear no próximo mês no canal BBC3.

Nicci, a peça central do documentário, descobriu a doença aos 17 anos. Numa entrevista ao canal disse que se sentia uma verdadeira aberração e contou algumas das dificuldades que precisou enfrentar. Segundo ela, a doença a fazia ter períodos menstruais muito prolongados, chegando a durar quatro semanas, além de ter causado alguns abortos espontâneos.

Publicidade
Publicidade

"Senti que algo estava errado por causa da duração e do sangramento excessivo do meu período menstrual. Após fazer exames, os médicos constataram que eu tinha duas vaginas, dois úteros e dois cérvix uterinos. Cheguei a ter que usar fraldas geriátricas, por que nenhum absorvente comum conseguia dar conta.", declarou ela

Além dos problemas de #Saúde, tinha que lidar com os comentários infelizes de alguns namorados, que achavam engraçado fazer sexo com uma mulher com duas vaginas.

"Minha vida estava completamente parada. Tinha que ficar em casa o tempo todo, as cólicas e os sangramentos não me permitiam sair. Minha condição afetava minha vida de forma severa, principalmente nas relações com namorados e amigos", desabafa.

Com acompanhamento médico, Nicci começou a fazer um tratamento hormonal, na esperança de regular seu ciclo menstrual.

Publicidade

Porém, o método não surtiu efeito. O único procedimento que conseguiu melhorar a sua qualidade de vida foi numa histerectomia, uma cirurgia para a retirada total ou parcial do útero. Só após a cirurgia ela passou a ter mais liberdade. Atualmente ele é casada, e considera sua atual rotina normal.

A Organização Mundial da Saúde estima que apenas 3 mil #mulheres em todo o planeta sofram com a duplicação do aparelho reprodutivo. O problema surge quando o útero não consegue se fundir corretamente durante o desenvolvimento, fazendo com que uma mulher venha a ter duas vaginas, dois úteros ou dois cérvix uterinos. Casos como o de Nicci, onde há a duplicação dos três órgãos, são extremamente raros. #Curiosidades