Você sabia que há várias #Doenças comuns entre os humanos e seus pets (mais especificamente o cachorro e o gato). Cada vez mais nos deparamos com nossos bichinhos de estimação apresentando sinais muito semelhantes aos que nós humanos apresentamos quando estamos com problemas de saúde.

Podemos citar, por exemplo, pelo menos 4 tipos de doenças semelhantes que podem se manifestar tanto em humanos como em animais, são elas: diabetes, problemas de tireoide, vírus da Imunodeficiência Felina /Fiv é semelhante ao HIV em humanos, epilepsia.

Diabetes

O número de casos de diabetes em gatos e cães, está aumentando nos últimos anos.

Publicidade
Publicidade

Segundo estudos recentes, a estimativa é de que um em cada 200 gatos tenha diabetes do tipo 2. Para o mestre Stijn Niessen da Faculdade Real de Veterinária (RVC), a causa do aumento de felinos que desenvolvem o diabetes está nitidamente relacionado à mudança de estilo de vida dos gatos na contemporaneidade.

Niessen ressalta que os gatos têm instinto de caçadores, foram feitos para se movimentarem ao irem atrás da presa. Porém, cada vez mais são tratados como membro da família, humanizados, e cercados de mimos em forma de petiscos que os fazem ganhar peso. Além de que, em muitos casos, pesa muito mais o fator genético, do que propriamente o estilo de vida.

Em relação a cachorros, cerca de três em cada mil desenvolveram o diabetes. Os caninos diferentemente dos felinos, não apresentam o diabetes tipo 2, apenas o tipo 1, que é quando o sistema imune do corpo o incapacita de produzir insulina.

Publicidade

Gatos e cachorros apresentam os mesmos sintomas que vão desde: sede excessiva, urinar mais frequentemente e rápida perda de peso, ou seja, os mesmos sintomas apresentados em humanos com diabetes.

As complicações da doença também podem ser semelhantes como: perda da visão, desmaios, convulsões e até coma (em casos de hipoglicemia severa), falência dos rins e pâncreas. O tratamento de ambas espécies podem incluir uso de insulina, exercícios físicos e alimentação saudável.

Problemas na tireoide

Gatos que gastam muita energia e apresentam perda de peso apesar de se alimentarem muito, podem estar com hipertireoidismo. Assim como nós, essa condição acontece quando a glândula tireoide, no pescoço, produz esse hormônios em excesso.

Os caninos geralmente têm predisposição para desenvolverem o problema oposto. Cerca de um a cada mil cachorros visita a clínica veterinária em decorrência de hipotireoidismo. Entre os sintomas apresentados tanto por caninos como por humanos estão o aumento de peso e a preguiça.

Publicidade

Vírus da Imunodeficiência Felina

O Vírus da Imunodeficiência Felina-FIV ataca o sistema imune dos gatos, acabando com a defesa do organismo, prejudicando o combate a outras infecções. Agindo de forma semelhante como o HIV em humanos.

Outra semelhança é que proprietários e veterinários utilizam a denominação FIV positivo, assim como se utiliza HIV positivo.

Epilepsia

Aproximadamente um em cada 100 cães tem epilepsia, os gatos também podem apresentar esta doença. Assim como em humanos a epilepsia pode causar convulsões. #Animais