Considerada o "mal do século", a #Ansiedade é um problema que atinge milhões de pessoas ao redor do mundo. Muitos podem achar que se trata de algo normal e que não precisa de tratamento, só que ela pode atrapalhar o cotidiano, principalmente quando surge do nada e aparentemente sem motivo.

Este problema psíquico ocorre quando há mudanças no sistema nervoso central e se caracteriza por irritação, falta de sossego, angústia, preocupação, mal estar e forte tensão. Em determinadas situações pode ser considerada algo normal, como antes da entrevista de emprego ou na hora do nascimento do filho; agora, quando a ansiedade vem associada à angustia, aflição, medo e insônia constante, isso é sinal de alerta!

Pesquisa recente feita pela Harvard apontou que alguns alimentos podem ajudar no controle da ansiedade.

Publicidade
Publicidade

São cinco grupos alimentares estudados pela instituição norte-americana e que podem ser inseridos na dieta:

- Ricos em magnésio: espinafre e acelga dão a sensação de tranquilidade e, assim, diminuem o comportamento ansioso.

- Aspargos: por causa do ácido fólico tem propriedades antiansiedade.

- Frutas vermelhas: são ricas em antioxidantes e ajudam a reduzir o cortisol.

- Probióticos: alimentos deste grupo (picles, kefir e chuchu) têm bactérias benéficas que auxiliam na saúde do intestino e ainda diminuem a ansiedade.

- Ricos em zinco: eles são indispensáveis, já que a deficiência deste mineral está relacionada à depressão e à ansiedade. Neste grupo fazem parte o fígado, ovo, ostras e castanha de caju.

Com a mudança na #Alimentação já será possível sentir uma boa melhora, mas sempre que perceber que algo não está bem é preciso procurar um médico para que ele possa fazer o diagnóstico e indicar o melhor tratamento.

Publicidade

Outras dicas para controlar a ansiedade

Fora a alimentação, dá para diminuir a ansiedade com outras medidas, como praticar exercícios físicos e controlar a respiração.

As atividades físicas ativam a serotonina, substância que aumenta a sensação de prazer, e ajudam a descansar a mente; com apenas meia hora de caminhada por dia, o cérebro ficará mais relaxado.

No momento da ansiedade, controlar a respiração também melhora o sistema nervoso. Ao inspirar é recomendado deixar o abdome se expandir (estufar a barriga) e não ficar com o ar no peito. Depois, o ar deve sair lentamente pela boca. Esta técnica funciona melhor em um ambiente silencioso e de preferência deitado.