Há muito tempo o #sexo deixou de ser apenas a forma de dar continuidade a espécie humana. Cada vez mais precocemente ativos sexualmente, jovens e adolescentes muitas vezes acabam tendo uma série de dúvidas sobre o sexo seguro, principalmente quanto as verdade e mitos que cercam a concepção.

Muitas pessoas não tem um diálogo aberto com seus pais sobre esse assunto e acabam aprendendo de maneira equivocada como prevenir uma gravidez inesperada. A prova dessa realidade é o número ainda alarmante de adolescentes que, por descuido ou falta de informação, acabam engravidando “sem querer”, e todos conhecem as consequências desse cenário.

Publicidade
Publicidade

Portanto, veja algumas dicas sobre a fertilidade feminina e os cuidados que devem ser tomados para evitar surpresas:

1 – Coito interrompido: o mais famoso método contraceptivo, e um dos mais ineficientes, já que o fato de não ejacular fora garante que os espermatozoides tenham acesso ao canal vaginal. O liquido seminal liberado pelo pênis ao longo da relação pode conter espermatozoides, sem contar que é provável que não dê tempo de retirar o pênis a tempo. Portanto, esse é um método bastante arriscado.

2 – Ter relação durante a menstruação: esse é um dos mitos mais comuns entre os casais, já que acham que é totalmente seguro fazer sexo durante o período menstrual da mulher. Embora as chances sejam menores, é possível engravidar nesse período, já que algumas mulheres têm ciclos irregulares e também porque os espermatozoides podem sobreviver alguns dias dentro do canal vaginal.

Publicidade

3 – Sexo durante a amamentação: embora seja menos comum, algumas mulheres ovulam enquanto amamentam. Portanto, não é totalmente seguro fazer sexo sem proteção, mesmo nesse período.

4 – Anticoncepcionais: embora seja um método considerado seguro, os anticoncepcionais não são infalíveis, principalmente se a mulher começou a tomar as pílulas há pouco tempo, seja na primeira vez ou por ter interrompido por um período. O corpo demora um certo tempo para se adaptar ao anticoncepcional. Portanto, é bom prevenir-se nas primeiras semanas.

5 – Primeira relação: muitas mulheres, principalmente as mais jovens, acreditam que é impossível engravidar na primeira vez que tem relação sexual. É provável que, por conta da inexperiência e até do incômodo, isso não ocorra. Entretanto, se a relação for completa, ou seja, não há nenhuma garantia de que a garota não engravide.

6 – Fazer sexo e tomar banho: esse é outro mito comum, o de achar que basta tomar banho depois da relação e tudo está resolvido. Na verdade, a medida é muito mais higiênica do que contraceptiva, já que mesmo que boa parte do sêmen escorra para fora, uma parte considerável foi despejada no canal vaginal e poderá fertilizar a mulher.

7 – Posições sexuais: outro mito comum, já que a posição se relaciona muito mais ao prazer do que a concepção. Não importa a posição, há uma grande chance de engravidar. #2017 #GravidezIndesejada