A questão sobre o tamanho do órgão genital masculino é algo que persegue a vida de todo homem. Uma das maiores curiosidades em relação ao assunto é entender por que no frio o pênis costuma encolher. Não precisa ir à Sibéria ou a um país gelado para constatar o fenômeno natural. Um simples banho de água fria, ou um pulo em uma piscina de água bem gelada, já pode ser o suficiente para fazer mudar a anatomia dos rapazes.

Alex Meller, médico da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), especialista na área de Urologia, falou sobre o assunto ao portal de notícias UOL.

Ele explica que o corpo humano é preparado para guardar energia e calor.

Publicidade
Publicidade

Dessa forma, conforme a temperatura abaixa, o corpo começa a se esforçar para manter o aquecimento interno. Os vasos sanguíneos, então, lutam para manter o sangue andando pelas veias e para fazer funcionar os nossos órgãos, como os pulmões e o coração. Como o corpo está mais preocupado em fazer tudo funcionar para a sobrevivência, as extremidades ficam esquecidas. Por isso, além do #Pênis, dedos dos pés e das mãos recebem um fluxo menor de sangue. Não é a toa que as pessoas no frio, às vezes, sentem a necessidade de usar meias e luvas.

Para completar, a fim de guardar energia, o corpo, durante períodos de temperatura baixa, realiza um trabalho de contração dos músculos. O grande problema é que, nos demais músculos do ser humano, existe toda uma construção óssea; no caso do pênis, não. Isso faz com que ele realize a contração e receba um aspecto mais velho, enrugado e até menor.

Publicidade

Em invernos rigorosos, a natureza faz seu trabalho. Os testículos, por exemplo, a fim de manter os espermatozoides seguros, aproximam-se do corpo e tentam se esquentar. Existe ainda o cremaster, que é o músculo que envolve a base do pênis, que nesse momento, também faz a sua contração.

O especialista explica que durante o frio a diminuição do tamanho do pênis em seu cumprimento pode chegar à metade. Com isso, um pênis de 16 cm cai para 8 cm. Não é só no cumprimento que ele diminui. O mesmo ocorre com sua circunferência. Nesse caso, a redução chega a até 30%. O médico ainda lembra que esse é um sistema protetor e temporário, já que o corpo passa por uma mudança inesperada de temperatura. Basta a pessoa voltar à zona de conforto para que p órgão volte à sua aparência natural.

Mas, não é apenas no frio que o pênis encolhe. O mesmo pode ocorrer por funções psicológicas, como quando se toma um susto. Isso acontece porque o corpo não é preparado para o perigo e, nesse caso, ele tenta preservar as partes mais importantes, como a da reprodução.