O corpo humano é uma máquina perfeita, que nos avisa previamente quando algo não está bem em nosso organismo, através de diversos sinais e sintomas peculiares.

Para que possamos nos prevenir de doenças graves e silenciosas, é preciso estar sempre alerta aos diversos sinais enviados diariamente pelo nosso corpo. Esses sinais podem vir das mais variadas formas, inclusive através das nossas fezes. Ainda que um tanto quanto desagradável, analisar frequentemente, o formato, a textura e a cor das fezes pode nos ajudar a identificar desde deficiências alimentárias até doenças graves do nosso intestino.

Formato e textura do cocô

- Cilíndrico, comprido e com aspecto macio é o estilo ideal de fezes produzidas por uma pessoa saudável, que não sofre com déficit de nutrientes.

Publicidade
Publicidade

- Cilíndrico, comprido e com rachaduras é um sinal de que o cocô ficou muito tempo sendo processado e parado no cólon. Isso se deve, muita das vezes, pelo pouco consumo de líquidos e frutas naturais.

- Bolinhas ressecadas e endurecidas são típicas de indivíduos que ingerem pouca água e consomem poucos vegetais e fibras.

- Pedaços macios e divididos demonstra carência de nutrientes e quadro de desidratação. Neste caso, busque ingerir água, alimentos cozidos e grãos.

- Pedaços macios e bordas irregulares pode indicar aumento da pressão arterial e excesso de estresse. Busque relaxar e praticar atividade física e caminhada diariamente.

- Totalmente líquido indica um quadro de diarreia provavelmente provocado por uma intoxicação alimentar. Beba bastante líquido e retire de sua dieta alimentos gordurosos e industrializados.

Publicidade

Cores do cocô

- Marrom: aparência saudável

- Verde: quando há ingestão recente de alimentos ricos em ferro, grande consumo de antibióticos e em quadros intensos de diarreia causadas por intoxicação.

- Preto: alto consumo de medicamentos ou suplementos que contêm doses extras de ferro. A tonalidade escura também pode indicar alto nível de sangramento gastrointestinal.

- Amarelo: frequente ingestão de alimentos ricos em gordural animal. Tons amarelados podem alertar para infecção intestinal e má digestão.

- Branco ou cinza: Indicam doenças graves como hepatite, cirrose e cistos hepáticos.

- Vermelho (com sangue): quando expelidos nessa tonalidade frequentemente, pode indicar tumores malignos, hemorroidas, colite e divertículos.

Caso constate alguma anormalidade em suas fezes, procure um médico. Vale lembrar que o exame ideal para diagnosticar algum problema gastrointestinal é a colonoscopia e a mesma só pode ser realizada em laboratórios específicos. #tipos de cocô #identificar cocô #analisar fezes