As roupas íntimas há muito tempo deixaram de ser apenas usadas para a proteção do corpo e ganharam destaque nos guarda-roupas femininos. Peças fundamentais do vestuário das mulheres, as lingeries são cada vez mais ousadas, sexy e atraentes, sem deixar de ser confortáveis.

Ficou no passado o tempo em que as roupas de baixo eram de uso particular e não tinham nenhuma preocupação com a estética. Atualmente, elas ajudam a valorizar o corpo feminino, e são facilmente encontradas expostas em lojas especializadas, revistas e na televisão. Com toda essa exposição, as roupas íntimas respondem por grande parte do mercado consumidor feminino, e cada #Mulher escolhe as peças a partir de seu estilo pessoal e de seus interesses.

Publicidade
Publicidade

Entretanto, nos últimos anos, uma nova tendência vem ganhando força no mundo todo e no Brasil não é diferente: o hábito de dormir sem calcinha. Se a peça, essencial para o dia, era também um sucesso à noite, atualmente ela tem sido deixada de lado no período noturno, e muitas mulheres passaram a dormir totalmente nuas, como vieram ao mundo.

Mas não é só pela sensação de liberdade. Entenda os outros motivos.

Aparentemente, deixar de lado a calcinha para dormir pode parecer apenas um hábito libertário, já que, depois de passarem o dia todo presas à peça, é natural que as mulheres queiram mais liberdade e conforto para dormir. Embora não seja uma posição unânime, já que muitas mulheres não abrem mão da calcinha, muitas outras têm experimentado essa sensação.

Com a popularização do fenômeno, especialistas foram consultados para saber o ponto de vista médico dessa decisão, já que a região íntima das mulheres é muito vulnerável a contaminações que podem levar a infecções e inflamações sérias.

Publicidade

A boa notícia é que, segundo os especialistas da área da #Saúde, o hábito é bastante saudável, já que o uso constante da calcinha aumenta a temperatura e dificulta a ventilação dessa região, o que pode causar o aparecimento de fungos e a proliferação de bactérias.

Portanto, deixar a região “respirar” durante a noite é bastante saudável para o organismo feminino, e desde que sejam tomados certos cuidados como a higiene dos lençóis e cobertas, os médicos não veem nada de errado no hábito. Ainda alertam que, durante o dia, o ideal é optar por calcinhas de algodão, que absorvem melhor a umidade e provocam menos irritação que outros materiais, principalmente sintéticos. Os maridos, namorados e companheiros ainda não foram consultados oficialmente, mas, com toda certeza, estão adorando essa novidade. #2017