Logo que descobrem a #Gravidez, as futuras mamães já mudam sua rotina para cuidar daquele pequeno ser que ainda está dentro delas. E durante a fase da gestação ocorrem diversas alterações no corpo das mulheres, sendo uma delas relacionada à produção do leite.

Amamentar o filho é um dos gestos mais carinhosos entre as mães e os pequenos, ainda mais que com este simples ato é possível estreitar os laços entre dois. Apesar de ser muito importante, muitas pessoas não têm a mínima noção de como se produz o leite materno.

Na fase da gravidez ocorrem diversas mudanças hormonais no corpo das mulheres, que tornam os seios maiores, mais sensíveis e com os vasos sanguíneos mais dilatados.

Publicidade
Publicidade

Os hormônios prolactina e ocitocina serão os responsáveis por estimular a produção de leite nas glândulas mamárias - em alguns casos a produção em si acontece somente após o nascimento do bebê, enquanto em outros aparecerá a partir da 20ª semana de gestação.

Apesar de algumas mamães terem leite antes do parto, a quantidade é bem pequena, já a maior parte começa a ser produzida entre 24 e 48 horas depois de darem à luz; esse período se chama lactogênese. Vale lembrar que nos primeiros dias do aleitamento, as mulheres produzem um leite chamado colostro, que é rico em sais minerais, água, anticorpos e açúcares, que fazem muito bem à #Saúde da criança, daí a grande importância de amamentar logo nos primeiros dias.

O leite materno é o alimento mais importante do bebê por ser cheio de nutrientes que aumentam a imunidade e reduzem o risco de infecções.

Publicidade

A amamentação deve ser feita exclusivamente até os 6 meses de idade e, depois, aos poucos devem ser acrescentados outros alimentos.

Como estimular o leite materno

Uma das melhores atitudes é fazer a própria amamentação, pois a sucção do bebê ativa a produção do leite. As mamães também devem ficar tranquilas e relaxadas, já que o nervosismo costuma ser um grande inimigo e pode causar um desequilíbrio nos hormônios.

Não dá para se esquecer da água. É necessário beber entre dois e três litros para manter o corpo hidratado; os sucos naturais sem açúcar também são uma ótima opção. Só evite as bebidas ricas em cafeína, como o próprio café e os chás.

Dormir bem garante a produção do leite, portanto todas as mamães devem ter uma boa noite de sono. Outra recomendação é não usar roupas apertadas, principalmente, na região das mamas; prefira as peças mais confortáveis.