Quando se olha para uma praça de alimentação de um shopping, praticamente todas as mesas possuem uma porção de batata frita. Por ser muito popular e agradar a diversos públicos, ela reina nas mesas de refeições. Consequentemente e concomitantemente, as pessoas estão consumindo batata frita cada vez mais.

Mas um estudo afirma que com o consumo frequente de batata frita há um aumento nos números de mortos. Este estudo foi divulgado no American Journal of Clinical Nutrition. Quer dizer que, se você é do time que consome a batata frita pelo menos duas vezes por semana, você está reduzindo seu tempo de vida em pelo menos alguns anos.

Publicidade
Publicidade

Em um período de oito anos, os cientistas delimitaram os costumes de quase cinco mil pessoas de idade entre 45 e 79 anos. Durante este período foi observado que cinco por cento das pessoas que faleceram durante o período do estudo estavam relacionadas com o consumo de batata frita.

Os pesquisadores alertam que apesar do estudo indicar um aumento na taxa de mortalidade relacionada ao consumo deste alimento, este pode ser apenas um indicador. Este aumento pode estar relacionado com os costumes alimentares precários e ruins dos participantes, de acordo com a dieta e a sua ingestão de nutrientes, atividades físicas, entre outros fatores que também podem influenciar na qualidade da #Saúde.

Mas qual o mal em consumir a batata frita?

Primeiro: ela possui acrilamida

Quando o alimento é acometido a altas temperaturas, no caso de uso da fritura ou assada, é produzida a acrilamida.

Publicidade

Ela é uma substância capaz de provocar câncer, segundo a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Testes em roedores comprovaram que os animais que receberam a acrilamida desenvolveram câncer.

Segundo: excesso de uso de sal

As batatas industrializadas, como as de fast food e congeladas, possuem um alto nível de sódio adicionado, sendo um conservante deste produto e de outros congelados. Seu consumo excessivo pode causar problemas neurológicos, retenção de líquidos, problemas vasculares diversos, entre outros malefícios.

Terceiro: o consumo de óleos vegetais

O outro problema é que ao consumir a batata por meio de fritura, você também está ingerindo uma quantidade enorme de óleos prejudiciais à saúde, como em toda fritura. Esses óleos, segundo alguns nutricionistas, são responsáveis pelo aumento do colesterol ruim e pela redução do colesterol bom, causando o aumento da pressão arterial e gerando problemas cardiovasculares. #Doenças #Alimentação Saudável