A cãibra é uma contração involuntária, súbita e muito dolorosa, mas não é perigosa, geralmente causada por esforço excessivo ou o frio. Essa contração comumente se instala nos membros inferiores tornando visíveis os músculos e tendões contraídos. Na verdade, qualquer músculo de controle voluntário pode apresentar essa contração. A cãibra é mais comum nas seguintes regiões: panturrilha (batata da perna); músculos anteriores e posteriores da coxa; pés; mãos; pescoço e abdômen. Quanto à cãibra noturna, é bastante comum, ao contrário do que se imagina, sobretudo na região da panturrilha. A causa é desconhecida. Dizem os especialistas, que, em alguns casos, pode ser devido à desidratação, efeito colateral de algum medicamento ou carência de sais minerais (magnésio, cálcio ou potássio).

Publicidade
Publicidade

Na maioria das vezes, os episódios da cãibra noturna duram menos de 1 minuto, embora pareça uma eternidade, em virtude da dor, desaparecem espontaneamente. Entretanto, no momento da crise, algumas medidas simples podem representar a melhor forma de tratamento, como por exemplo: alongamento e massagem na área afetada, como também, aplicação de calor no local.

Como evitar as constantes cãibras noturnas

Alongar-se antes de dormir (surtirá efeito com o passar do tempo e não de um dia para o outro); beber bastante água durante todo o dia é fundamental (uma das grandes causas da ocorrência de cãibra é a desidratação) e consumir alimentos ricos em magnésio, potássio, sódio e cálcio de forma equilibrada para garantir uma melhor absorção de nutrientes, como por exemplo:

  • Alimentos ricos em magnésio: amêndoa; castanha-do-pará; grão-de-bico; soja; gérmen de trigo e amendoim;
  • Alimentos ricos em potássio: amendoim cru ou torrado; abacate; cenoura; chá preto; feijão e banana;
  • Alimentos ricos em sódio: algas; azeitona; bacon; caldo de carne em cubos; carne seca; leite desnatado em pó; mortadela e presunto;
  • Alimentos ricos em cálcio: leite e seus derivados; brócolis; farinha de peixe; flocos de cereais e melado de cana.

Além disso, em virtude das constantes cãibras noturnas, é interessante procurar um médico para fazer os exames de rotina, como também, ir a um nutricionista com os resultados dos exames (receitados pelo médico) para que esse profissional avalie e prescreva uma reeducação alimentar, equilibrando, assim, os sais minerais que serão necessários pra evitar a reincidência das cãibras noturnas.

Publicidade

#qualidade de vida #Alimentação Saudável #Saúde