Os médicos chineses realizaram um procedimento incomum em um paciente de 22 anos na China. Morador da região de Xangai, ele não teve o nome revelado. O jovem sofria há ans de constipações grave, essa doença com condição rara é conhecida como #Hirschsprung.

O paciente ficou internado no Hospital do Povo de Xangai na China. Após a realização de exames foi constatado que tinha uma enorme quantidade de fezes presas em seu cólon. Para a realização da cirurgia, o hospital mobilizou uma equipe de cirurgiões, que juntamente com o Dr. Yun Lu, trabalhou por três horas, retirando 76 cm de intestino, aproximadamente 30 kg.

Logo após a cirurgia, a equipe médica costurou o intestino do paciente pelas duas extremidades, em seguida colocado em uma balança para pesar, conforme mostra a imagem.

Publicidade
Publicidade

Para grande surpresa de todos, o intestino com as fezes pesava muito. Aproximadamente 30 kg, como já mencionando. Isso porque ele tinha fezes acumuladas no cólon, o que ocasionou o aumento na sua barriga, que cresceu de tal forma que parecia que estava grávido. O jovem conta que utilizava laxantes para ajudar na evacuação das fezes, o uso foi recomendado pelos médicos. O Dr. Yun Lu, disse que o paciente sentia muita dor e que não tinha mais forças para procurar pela ajuda médica.

Após a finalização da cirurgia, o paciente passa bem, estado estável e se sentido muito mais leve, os médicos informaram que sua recuperação seria completa.

O que é Megacólon?

Quando o cólon aumenta de tamanho, ocorre a obstrução intestinal que é resultante de uma carência das células ganglionares do plexo mionterico e submucoso do sistema nervoso entérico, que tem início no ânus e progride sucessivamente.

Publicidade

Produz tumores fecais, no interior do cólon só consegue a retirada com cirurgia, esse problema causa a dilatação do intestino grosso, as vezes também pode ocorrer com os músculos do cólon.

Geralmente, essa doença é diagnosticada durante a infância, em crianças que já tenha histórico na família desde seu nascimento, os diagnósticos são muitas vezes obstipação, distensão abdominal e vômitos, esses sintomas têm sido muito comuns durante os primeiros dias de vida, que é um diagnóstico de obstrução intestinal.

Nas primeiras semanas de vida número significativo de crianças falecem de megacólon congênito. Os recém-nascidos sobreviventes prosseguem a ter quantidades variáveis ​​de constipação distensão abdominal. Acomete cerca de 1/5000 a 1/8000 dos nascidos vivos. Com intermitente e requerem frequentes edemas ou um certo outro auxílio na evacuação. #Doenças #Saúde