Mesmo estando em 2017 e a ciência tendo avançado significadamente no último século, ainda faltam opções de métodos contraceptivos masculinos, como os #Anticoncepcionais medicados para as mulheres. Atualmente, os métodos preventivos masculinos conhecidos e utilizados são apenas o preservativo (camisinha) e a cirurgia de vasectomia.

Devido à escassez de métodos contraceptivos masculinos no mercado mundial, um grupo de cientistas e pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, desenvolveu uma fórmula química partida de dois produtos naturais presentes na medicina popular, que ajudam no bloqueio da fertilização, atuando nos homens como uma espécie de anticoncepcional composto por hormônios.

Publicidade
Publicidade

Como funciona?

De acordo com uma publicação divulgada pelo famoso site britânico, 'Independent', o canal de cálcio do esperma, fundamental para a fertilidade masculina, é ativado pelo hormônio da progesterona. Visando encontrar compostos que pudessem agir como bloqueadores desse canal ativador de progesterona, os pesquisadores americanos passaram então a realizar exames minuciosos em moléculas naturais, semelhantes aos esteroides, incluindo a pristimerina, que é típica de uma planta popular no país, e o lupeol, que se trata de um composto ativo, que pode ser facilmente encontrado em plantas e frutas.

Após uma série de pesquisas laboratoriais, os especialistas concluíram que ambos os compostos naturais estudados, afetam a fertilidade espermática e asseguraram, que tanto a pristimerina quanto o lupeol são aptos a atuar como compostos contraceptivos, evitando a hiperativação do esperma e evitando assim a fertilização da espécie.

Publicidade

Para ambos os sexos

Classificada como unissex, a medicação se assemelha a uma alternativa de emergência que pode ser consumida antes ou depois da relação sexual entre homens e mulheres.

A explicação dos cientistas acerca do consumo pelo sexo feminino é que eficácia nas mulheres se daria devido ao fato do esperma demorar de cinco a seis horas para amadurecer em seus ovários, uma vez que, após a ingestão do medicamento, a mesma tem tempo suficiente para fazer o efeito desejado, bloqueando a fecundação.

Efeitos colaterais

Por se tratar de uma medicação cuja a fórmula ativa é totalmente natural, o composto desenvolvido pelos pesquisadores não apresenta efeitos colaterais em ambos os sexos. #Anticoncepcional masculino #Gravidez