Pessoas diferentes têm opiniões diferentes quanto aos #Pelos pubianos. Há quem se depile completamente. A depilação quase total dos pelos pubianos usando cera acabou recebendo o nome de brazilian wax, algo como depilação brasileira - ou simplesmente brazilian por ter sido popularizada inicialmente na cidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, por um grupo de irmãs brasileiras.

Há quem se depile pouco ou nada. Apesar de estarem presentes no cotidiano - e no corpo - das pessoas, os pelos pubianos não são tão bem entendidos quanto se poderia esperar. Odiados, amados ou apenas tolerados, eles guardam algumas surpresas interessantes.

Publicidade
Publicidade

A seguir, estão listados sete fatos sobre eles que nem todo mundo conhece:

1 - Os pelos pubianos podem facilitar o ato sexual

Muitas pessoas não gostam de manter relações sexuais quando estão com os pelos pubianos grandes e/ou não gostam que de fazer sexo com o parceiro quando este deixou os pelos pubianos crescerem. Ainda assim, segundo o médico Evan Rieder, os pelos pubianos podem colaborar na diminuição da fricção durante o ato sexual, tornando-o mais agradável.

2 - Com o envelhecimento, os pelos podem parar de crescer

Isso explica porque algumas pessoas de mais idade apresentam ausência quase total de pelos pubianos.

3 - Coloração diferente do resto do corpo

Devido às diferenças na concentração de melanina, muitas vezes a cor dos pelos pubianos é diferente da cor dos pelos do resto do corpo.

Publicidade

4 - Fim do crescimento

Depois de um determinado ponto, os pelos pubianos não crescem mais. Contudo, se cortados, eles voltam a crescer.

5 - Diferente do que reza a lenda, depilar-se não deixa os pelos mais grossos

Segundo o doutor Evan Rieder, é um mito a ideia de que se depilar deixa os pelos mais grossos. A ilusão, segundo o especialista, é causada pelo fato de os pelos serem mais duros quando nascem. Com o passar do tempo, contudo, eles amolecem.

6 - A presença dos pelos pubianos pode fazer bem à saúde

Segundo a doutora Rachel Miest, os pelos pubianos podem diminuir a exposição da mulher a infecções durante o ato sexual, servindo como uma barreira contra a entrada de bactérias no corpo. O doutor Filamer Kabigting, dermatologista, explica ainda que a eliminação total dos pelos pubianos faz da pele da região um ambiente favorável à proliferação bacteriana. Por isso, afirma, tirar os pelos pubianos completamente é uma medida menos higiênica do que se costuma pensar.

7 – Algumas culturas dão especial valor aos pelos pubianos

De acordo com o doutor Evan Rieder, a Coreia do Sul é um exemplo de país em que os pelos pubianos são considerados um atributo de beleza, o que faz com que sejam levados a cabo até procedimentos de implante de pelos na região pubiana. #mulheres #UniversoFeminino