O ato sexual libera hormônios que promovem sensações de prazer, além de ter ação relaxante e reduzir a ansiedade. As relações sexuais podem criar expressões corporais e faciais que podem simbolizar estados de felicidade. Estudos apontam que, além dos benefícios emocionais, o #sexo também influencia na aparência física melhorando o aspecto dos cabelos e pele os deixando com aparência mais saudável e exuberante.

Com todos os tabus que rondam o tema, poucos sabem que, além de ser prazeroso, o sexo traz muitos benefícios à #Saúde; para esta matéria foram selecionados 10 dos principais benefícios que a prática pode trazer. Confira!

Queima de calorias

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Quebec, localizada no Canadá, apontou que uma hora de relação sexual queima em torno de 90 calorias nas mulheres e em meia hora o ato queima 120 calorias nos homens, e isso seria o mesmo que correr 30 minutos em uma esteira.

Publicidade
Publicidade

Influencia na inteligência e na memória

A Universidade de Maryland, Estados Unidos, revelou que o sexo pode melhorar a memória a longo prazo, além de fazer com que o indivíduo se torne mais inteligente.

Tonifica músculos

O diretor do instituto médico Amai Wellness nos Estados Unidos Joseph J. Pinzone, afirma que durante a atividade sexual utilizamos vários músculos. Por mais engraçado que possa parecer pensar no sexo como sendo um exercício de força, o ato é tão eficaz quanto os agachamentos realizados em uma academia. Segundo Joseph, além de tonificar os músculos, a prática regular ajuda a potencializar os resultados.

Diminui os riscos de problemas cardíacos

Joseph J. Pinzone explica que ter uma vida sexual ativa é uma boa maneira de aumentar os batimentos cardíacos, além de ajudar também a manter o folego e de manter o equilíbrio hormonal.

Publicidade

O diretor médico ainda relata que quando há baixa de hormônios, existe um risco maior do indivíduo desenvolver doenças cardíacas e problemas ósseos.

Sexo alivia estresse

Durante a atividade sexual é liberada grande quantidade de endorfina, este hormônio faz com que o nível de cortisol, que é o hormônio responsável pelo estresse, diminua. O psiquiatra Sheenie Ambardar afirma que além do ato sexual diminuir o estresse, ficar próximo ao parceiro também pode aliviar a ansiedade.

Diminui dores e incômodos

De acordo com médico e professor da Universidade Estadual de Nova Jersey Barry R. Komisaruk, o orgasmo pode bloquear a dor, assim como também pode diminuir cólicas menstruais, sintomas de artrite e alguns casos pode até aliviar dores nas costas.

Melhora o humor

A psiquiatra e coordenadora do Programa de Estudos em Sexualidade do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo Carmita Abdo realizou uma pesquisa aqui mesmo no Brasil e este estudo apontou que em 63% dos homens e em 72% das mulheres as relações intimas melhoram o humor.

Publicidade

Sexo aumenta imunidade

Além de manter uma alimentação saudável e praticar exercícios físicos, os pesquisadores da Universidade Wilkes, localizada na Pensilvânia, realizaram um estudo no qual as pessoas que mantinham relações pelo menos 1 vez na semana apresentaram maior nível de anticorpos que combatem germes, vírus e demais invasores.

Sexo diminui a diabetes

Segundo um estudo realizado pelo Journal of the American Medical Association, manter uma vida sexualmente ativa pode diminuir o risco de contração de diabetes tipo 2, pois o ato melhora a ação da insulina.

Melhora a autoestima

Os participantes de uma pesquisa realizada pela Universidade do Texas revelaram que o sexo é um dos principais motivos para a melhora da autoestima; as mulheres que participaram da pesquisa afirmaram também que o ato íntimo com o parceiro faz com que elas se sintam melhores com suas formas físicas. #Relacionamento