O sexo é, geralmente, uma experiência prazerosa, ajuda a aproximar o casal e pode, como a ciência tem descoberto nos últimos tempos, até beneficiar a saúde do indivíduo. Há, contudo, algumas ocasiões em que o sexo deve ser evitado para o bem dos envolvidos. A seguir, estão listadas quatro ocasiões em que o sexo é ou pode acabar sendo desaconselhável e ter de ser evitado:

1 - Durante a menstruação

Na verdade, não é que manter relações sexuais durante a menstruação seja ruim, mas algumas pessoas não gostam de fazer. Então, é uma questão que precisa ser discutida pelos membros do casal. É preciso tomar cuidado, porém com o fato de que a possibilidade de transmissão de doenças como a Aids, por exemplo, é maior, devido, ao fluxo sanguíneo.

Publicidade
Publicidade

Ainda mais do que o normal, a camisinha é essencial nessas circunstâncias. Sylvia Cavalcanti, ginecologista que preside a Comissão de Sexologia da Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, responde a uma dúvida comum sobre o período menstrual informando que a mulher não pode engravidar fazendo sexo durante a menstruação, mas lembrando que a mulher muitas vezes confunde certos sangramentos, inclusive sangramentos indicativos de ovulação, com a menstruação.

2 - Se a pessoa sente dor durante o sexo

A dor durante a prática do ato sexual, mais comum entre as mulheres do que entre os membros do sexo masculino, mas que também pode acontecer com eles, pode ser causada por fatores físicos ou psicológicos e deve ser investigada. O melhor é comunicar a situação a um profissional médico para que ele possa tentar chegar a um diagnóstico.

Publicidade

3 - Durante tratamento de doenças sexualmente transmissíveis

Segundo Salete Rios, ginecologista da Universidade de Brasília, durante o tratamento de doenças sexualmente transmissíveis, a atividade sexual deve ser suspensa para evitar contaminar o parceiro. Afinal, a pessoa ainda carrega o agente infeccioso e porque o tratamento tende a reduzir a eficiência do sistema imunológico, o que pode aumentar a possibilidade de contaminação e prejudicar a recuperação do indivíduo.

4 - Sexo durante a gravidez

Embora a penetração não possa prejudicar o bebê e as gestantes tendam a se sentir aptas para o sexo depois do terceiro mês, quando os enjoos e dores costumam sumir, algumas posições são mais adequadas do que outras para o conforto delas dependendo da fase da gravidez. Há ainda um alerta importante a ser feito: no caso de gestações de risco, o sexo muito provavelmente será contraindicado.

Caso haja risco de aborto ou de parto prematuro, deve ser evitado ou poderá agravar a situação. Aconselhamento médico sobre o que pode ou não ser feito durante uma determinada gestação é indispensável. #Relacionamentos #relação sexual #relação íntima