A vida de uma mulher não é fácil mesmo, lidar com a família, com a casa, com o trabalho, filhos etc. Realmente, são muitas as tarefas diárias que elas se veem na obrigação de terem que dar conta e, por isso, muitas vezes, se esquecem de cuidar de si mesmas, de sua própria #Saúde, ou fazem isso até mesmo por não terem a informação necessária.

Segundo o ginecologista e obstetra Domingos Mantelli, existem erros muito comuns que as #mulheres normalmente praticam e que podem prejudicar a saúde. Veja quais são, observe se você pratica algum deles e procure evitá-los de agora em diante:

1 - Se alimentar de forma errada durante a TPM

As mulheres, de um modo geral, sofrem muito no período da tensão pré-menstrual.

Publicidade
Publicidade

Por conta dessa turbulência toda, muitas recorrem a doces, especialmente a chocolates, frutas cítricas, café, bebidas alcoólicas e carboidratos. Porém, poucas sabem que esses alimentos só podem oferecer o efeito reverso do esperado por elas.

A má alimentação neste período pode acarretar em problemas sérios, como infecções e outros males. Para evitar isso, o #ginecologista recomenda a ingestão de alimentos que contenham cálcio, potássio e vitamina C, como as frutas, nozes, folhas verdes e castanhas do Pará.

2 - Lubrificar a região íntima com produtos prejudiciais

Muitos produtos que são usados por mulheres para lubrificar a vagina podem ser perigosos, podem causar alergias e até o rompimento da camisinha na hora do sexo. Segundo o médico, os óleos lubrificantes em especial, não são indicados, pois podem destruir o látex do preservativo e ainda são prejudiciais à vagina, pois permanecem por mais tempo em seu interior.

Publicidade

Os produtos que são os mais indicados neste caso são os à base de água, que não causam nenhum tipo de reação adversa a região intima da mulher ou ao preservativo, não mancham tecidos e são facilmente encontrados em farmácias e supermercados.

3 - Limpar a região íntima de forma errada

Segundo o ginecologista, apenas o uso correto do papel higiênico para a região íntima feminina já basta para que a mesma se mantenha saudável. Isso apesar de tantos produtos que há no mercado que são exclusivos para tal higiene, assim também como as duchas vaginais. Nem sempre estes métodos são seguros. Eles podem, com o passar do tempo, alterar a flora vaginal e retirar a defesa natural que existe na região.

4 - Deixar de realizar exames rotineiros

Mesmo que seja muito chato ir ao médico para se submeter a exames rotineiros, é preciso que a mulher tenha consciência que é algo necessário. Porém, muitas ainda ficam com preguiça ou até mesmo medo de descobrir que há algo de errado com elas. Um pensamento errado que pode estar prejudicando a sua saúde.

Publicidade

Exames de rotina são muito importantes, pois eles previnem as mulheres de doenças como câncer de mama, síndrome de ovários policísticos, cistos, entre muitas outras.

5 - Usar anticoncepcionais errados

A maioria das mulheres possui o costume errado de usar anticoncepcionais que são indicados por amigas ou conhecidas, sendo que devem ser receitados por um médico mediante avaliação, pois cada organismo reage de uma determinada maneira.

Assim, um medicamento é bom para uma mulher, para outra pode não ser. Por isso, vá a um especialista e escolha a medicação que seja adequada para você.