Considerada pela Organização Mundial da Saúde como o ‘mal do século XXI’, a depressão é uma doença silenciosa e incompreendida, inclusive por quem sofre do problema. Em São Caetano do Sul, ela está sendo tratada de uma forma diferente por diversas pessoas no “#Templo Sherab Ling".

Indicação

Médicos e psicólogos estão indicando a #Meditação para pacientes que se recuperam de doenças, cirurgias, acidentes, depressão e síndrome do pânico. “Pessoas chegam em crises, alguns por tentativa de se matar, ou ficando trancada num quarto, e por meio deste trabalho conseguimos elevar a mente e sair da crise”, afirma a Monja Ani Sherab, que desde 2007, coordena as atividades do templo.

Publicidade
Publicidade

O budismo é o estudo da mente como funciona e ensina novas formas de abordar as mesmas circunstâncias que vão surgindo. “O budismo nos ajuda ser livres ensina a reprogramar sua mente para sermos mais positivos e encarar situações de outra maneira. Ela é para todos de qualquer religião, idade e desde um analfabeto a um PHD tem a mesma condição”, explica Sherab.

Criado por volta do século VII, o Budismo Tibetano é uma doutrina reencarnacionista, que parte do principio que não existe a morte, e sim um processo de evolução contínuo, que se projeta em corpos e vidas para adquirir a evolução ou melhorar até libertar de corpos e adquirir o nível último que é de luz . “A prática do Budismo é mística e trabalha com simbolismo, imagens mentais que geram experiências internas, que pode ser amor, diminuir a distância entre o eu e o outro”, conta a Monja.

Publicidade

De acordo com Monja Ani Sherab, para participar basta comparecer nos horários dos encontros e existem vários níveis e programas, desde pessoas que buscam apenas meditação, calma mental, viver melhor, ou aqueles que querem um estudo filosófico e uma reprogramação da mente ou um enfoque mais filosófico. “Temos três níveis, ‘Iniciante’, ‘Nível 1’ e ‘Nível 2’ e aquele que vem pela primeira vez é importante que venha e sinta o entorno, a linguagem e ver a motivação que tem”, diz Sherab.

Visita ilustre

O Templo Sherab Ling passa por melhoras no espaço para receber o mestre Mingyur Rimpoche, que deve acontecer em maio. “Ele é um ser muito iluminado e já escreveu vários livros e criou o método que usamos aqui no templo e deve trazer muita luz e bênçãos para a cidade”, finaliza a Monja.

Encontros

Os encontros acontecem de terça à sexta das 20h às 22h, e terça e sábados das 15h às 17h, na Rua Engenheiro Rebouças, 1040, Bairro Cerâmica, em São Caetano do Sul, São Paulo. Informações www.maitreia.org ou no tel (11) 4232-5630. #Buda