A miopia cresce entre os brasileiros. Segundo estudo da Academia Americana de Oftalmologia, o distúrbio visual acomete 27,7% da população brasileira. A pesquisa faz previsões ainda mais alarmantes para os brasileiros. A estimativa é de que em 2050 mais da metade da população do Brasil – 50,7% – sofrerá deste problema de #Saúde.

Os dados indicam a necessidade de adoção de políticas públicas de saúde ocular, não só no Brasil. Nos Estados Unidos, os números são mais alarmantes: 42,1% dos americanos sofrem do mal, enquanto que 29% da população mundial tem problemas de miopia. A estimativa é de que este percentual atinja 49% em 2050.

Publicidade
Publicidade

Causas da miopia

Especialistas de todo o mundo apontam a #Tecnologia moderna como causadora dos problemas oculares. Principalmente porque os novos dispositivos obrigam o ser humano a ler cada vez mais de perto.

No Brasil, o médico oftalmologista Eduardo Paulino aponta como causa do aumento dos casos de miopia as facilidades eletrônicas da vida moderna. O problema ocorre particularmente pelo uso excessivo do computador, smartphones, tablets e jogos eletrônicos. “Crianças usam muito a visão de perto”, explica o oftalmologista.

A miopia

Quando o paciente tem dificuldade em distinguir objetos à longa distância, está caracterizada a miopia. É diferente da hipermetropia, que é a dificuldade em distinguir objetos visualmente de perto. Segundo Eduardo Paulino, a miopia é um problema que tende a se agravar com o tempo.

Publicidade

Outro problema semelhante à miopia é a chamada “vista cansada” ou presbiopia. Este problema é caracterizado pela dificuldade de focalizar a visão a pouca distância.

Para o médico Earl Smith, professor de Desenvolvimento da Visão e decano da Faculdade de Optometria da Universidade de Houston, nos Estados Unidos, a miopia é uma “doença industrial”. Seu trabalho recebeu o financiamento de US$ 1,9 milhão (R$ 6 milhões) para pesquisas com o objetivo de obter a cura ou o tratamento contra a miopia.

Prevenção

É possível prevenir o problema desde a infância. Entre dos cuidados necessários, os pais devem estimular as crianças a largarem por um tempo os dispositivos eletrônicos e estimular atividades ao ar livre. Outra medida é evitar que a criança passe muito tempo com os #olhos fixados em objetos muito próximos, como lendo, jogando videogame, teclando ao celular.

Outro exercício recomendado é olhar para o horizonte por pelo menos 20 segundos, em intervalos de 20 minutos de leitura. Os oftalmologistas também recomendam a fixação dos olhos no horizonte três vezes por dia.