Quem poderia imaginar que se poderia descobrir alguns sinais de alerta pelo #umbigo. A melhor máquina já construída é sem dúvida o corpo humano. Formado por vários órgãos e tecidos, eles podem apresentar uma característica diferente, umas mais inusitadas que a outra.

O corpo humano é, sem dúvida, misterioso, uma verdadeira caixa de surpresas. Ás vezes, nos são reveladas certas novidades, mas uma coisa que não podemos negar é que quando algo está errado, ele avisa de várias formas.

Analisando o umbigo, podemos observar pelo formato as características apresentadas. Ele pode demonstrar que algo pode não estar certo com o #organismo ou que pode estar acontecendo certos problemas com o corpo.

Publicidade
Publicidade

Então, vamos falar sobre a forma dos umbigos e observar o que eles querem dizer:

Umbigo em forma de U

Podem representar que o organismo possa apresentar complicações renais ou dermatológicas. Mas o formato pode estar ligado a apenas uma má formação.

Umbigo profundo

As pessoas com esse tipo formato de umbigo podem desenvolver complicações na parte digestiva. O formato indica que essas pessoas possam ter uma chance maior de desenvolver obesidade ou depressão.

Umbigo com formato de amêndoas

Normalmente as pessoas com esse tipo de formato podem apresentar casos de enxaqueca, forte dor e fragilidade nos músculos e nos ossos.

Umbigo com protuberância

Se estiver com forma muito elevada, além do normal, pode ser um sinal que está com hérnia.

Umbigo com forma de botão

Geralmente, esse é formato normal do umbigo, mas se apresentar de uma forma diferente do normal, pode ser sinal de hérnia.

Publicidade

Umbigo profundo e envolvido

Normalmente são aqueles umbigos profundos e envolvido com algum pedacinho de pele. As pessoas que possuem esse formato geralmente apresentam grande dificuldade em manter o peso, podem sofrer com algum problema digestivo ou sofrem com o intestino preso.

Independente do formato do umbigo, deve-se ficar sempre em alerta com qualquer tipo de sinal que o organismo possa mostrar. Mesmo sabendo dos sinais, nunca deve substituir um diagnóstico realizado por um especialista.

Sabendo disso, faça sempre exames regulamente e sempre consulte com seu médico antes de usar qualquer tipo de medicamento ou querer fazer uso de algum tratamento por conta própria. O uso de medicação ou o uso de forma errada pode prejudicar e muito a #Saúde, ao invés de resolver o problema apresentado.