As doenças virais são as grandes vilãs da sociedade moderna, pois, em alguns casos, mesmo se prevenindo, as pessoas ainda correm riscos de contrair uma doença por conta do contato com um objeto contaminado, ou, dependendo do problema, a transmissão ocorre pelo ar.

A hepatite é uma doença viral que ataca o fígado e que possui cinco variações, sendo os tipos A, B e C, as principais. Conheça agora cada um dos tipos e saiba como se prevenir!

Hepatite A

Considerada a mais leve de todas, a doença é transmitida através de água e alimentos contaminados. É mais propensa em regiões com precárias condições de higiene, mas também pode ser transmitida através da água do mar, rios e piscinas.

Publicidade
Publicidade

Frutos do mar costumam ser hospedeiros da doença.

Dentre os sintomas, estão a febre, dor pelo corpo, amarelamento da pele, cansaço excessivo, sensação de fraqueza, urina muito escura e falta de apetite.

A prevenção se dá de três formas que devem ser praticadas, cumulativamente. São elas: a vacinação, o saneamento básico e a higiene pessoal, a fim de não se ter contato com fezes e água contaminada. Também se deve evitar comer carnes cruas e frutos do mar em regiões com registro de casos de hepatite.

Hepatite B

Possui três vias de transmissão: a perinatal, a sanguínea e a sexual. A primeira se dá no momento do nascimento da criança; a segunda, em transfusões e compartilhamento de seringas e outros objetos que podem estar sujos de sangue; e a terceira ocorre quando a pessoa tem relações sem a utilização de preservativo, sendo também esse tipo de hepatite, uma DST (Doença Sexualmente Transmissível).

Publicidade

Os sintomas são os mesmos da hepatite A, com a diferença que pode evoluir para um caso mais grave e raramente tem cura. No tipo A, a cura costuma acontecer entre 2 a 6 meses após a transmissão, desde que o tratamento seja feito corretamente.

A prevenção vem com a vacina, seguido de consciência de que nunca se deve compartilhar seringas, bem como outros objetos que se sujem com sangue, como um alicate de manicure. Não menos importante, as relações sexuais, sobretudo as com parceiros ocasionais, devem sempre ser com preservativo.

Hepatite C

É transmitida pelo mesmo vírus do tipo B e conta com os mesmos tipos de transmissão e mesmos sintomas. O que as difere é que a doença não só pode evoluir para algo mais grave, como essa gravidade pode ser um câncer de fígado.

O tipo B e C costumam demorar a dar o sinal dos primeiros sintomas, podendo acontecer do vírus ficar anos entubado no organismo, sendo identificado apenas em exames específicos. O tratamento visa evitar a evolução da doença e cessar os possíveis sintomas desagradáveis. Raramente a doença possui cura, mas é possível ter uma qualidade de vida, desde que seguido, religiosamente, o tratamento médico. A prevenção é a mesma do tipo B. #Prevenção da hepatite #Tipos de Hepatite #Saúde