Que o apresentador #Marcelo Rezende está com câncer no #pâncreas, muita gente sabe. Exames recentes mostraram a exata localização do câncer. Mas como o que é o câncer ou tumor no pâncreas? Quais os riscos? Quais os sinais? Quais os sintomas? E principalmente como se prevenir?

O que é o câncer no pâncreas?

O câncer no pâncreas já ceifou a vida de muitas pessoas. O pâncreas é um dos mais importantes órgãos do corpo, responsável pela produção do suco gástrico e a produção de hormônios, como a insulina.

O carcinoma ductal (câncer) do pâncreas é originado das células que envolvem os dutos pancreáticos por onde o suco pancreático é conduzido até ser finalmente secretado no duodeno.

Publicidade
Publicidade

Ele é o tipo mais comum e o mais agressivo. Existem outros que são menos agressivos e mais raros, chamados de tumores neuroendócrinos.

A força advinda da agressão do câncer no organismo e suas habituais disseminações linfáticas acometem e lesionam os gânglios linfáticos. Ele também pode ter ação hematogênica, disseminando as células tumorais para outros órgãos à distância através do sangue.

Fatores de risco

Alguns dos fatores de risco mais comuns são para aqueles que costumam fumar muito. O tabagismo e o álcool podem proporcionar uma história de pancreatite crônica, posteriormente irreversível.

Sintomas de câncer no pâncreas

Os sintomas para uma pessoa que possui câncer no pâncreas são perda de peso, dores na parte superior do abdômen, icterícia (amarelão da pele e nos olhos), certo grau de anorexia (perda de apetite) e outros graus variados de desnutrição.

Publicidade

A icterícia, que obstrui o colédoco (duto de drenagem das vias biliares do fígado que carregam a bilirrubina), é outro sintoma no capítulo da doença. Devido à compressão ou invasão do colédoco por lesões na cabeça do pâncreas, fica um certo acúmulo de bilirrubina e esta passa para circulação sanguínea, acumula-se em seguida nos tecidos e provoca o tom amarelado da pele e das escleras, deixando os olhos amarelados também.

Como se prevenir?

Sabe-se de que o câncer no pâncreas ocorre devido a hábitos da vida da pessoa. Pessoas consideradas saudáveis podem também ser vítimas desta doença.

Quando identificada, se inicia uma série de tratamentos. É o objetivo de cura nas fases iniciais e que o momento em que os médicos precisam dar muita força ao paciente. Dependendo da apresentação do câncer, realiza-se exames para determinar se o mesmo é maligno ou não. Nesta primeira identificação seguem-se os respectivos cuidados.

O tratamento para câncer de pâncreas

Geralmente, o tratamento para pessoas com câncer no pâncreas é a radioterapia e quimioterapia, ou só a quimioterapia, que pode ser feito antes ou após cirurgia, a depender de como está o tumor.

Publicidade

A decisão de Marcelo

Marcelo Rezende optou por não realizar a quimioterapia. [VIDEO] Segue rigorosamente um cardápio selecionado de alimentos saudáveis e de rotina tranquila. Segundo o colunista Felipeh Campos, do programa "A Tarde é Sua", da Rede TV!, Marcelo, que está consumindo frutas e alimentos que fizessem a digestão mais fácil, está se sentindo muito bem. Segue uma boa alimentação a base de carboidratos.

''Uma das coisas que me deixaram triste foi quando eu desisti da medicina tradicional e algumas pessoas, ainda bem que foram poucas, me chamaram de covarde. Mas como posso ser covarde se cada passo que eu dou é orientado pelo meu Pai. Portando, eu quero dizer uma coisa: foi a melhor decisão que eu tomei. E não tomei porque quis. Tomei porque Deus soberano mandou. Olha eu aqui mais uma vez mostrando que estou me recuperando e que a cura está cada vez mais perto’’, disse Marcelo Rezende em vídeo com mais de 306 mil views, que recebeu em poucas horas milhares de mensagens positivas, de fé, força e amor.

O apresentador da RecordTV, demonstrando seu grande amor por seus fãs de todo o mundo, agradece por tudo o que eles têm feito por ele até agora e planeja voltar para a ficar na frente das câmeras, fazendo o que mais sabe fazer e muito bem: televisão. #Marcelo Rezende câncer