O dia 28 de julho foi marcado como o Dia Mundial de Combate a Hepatite [VIDEO]. A doença, que tem matado milhares de pessoas pelo mundo, é grave e, ao longo dos anos, tem se mostrado mais resistente à cura. A proposta foi feita pela Organização Mundial da #Saúde (OMS), durante a Assembleia Mundial da Saúde que aconteceu no ano de 2010.

Desde então, no Brasil, o Ministério da Saúde, por meio de seu programa de combate às DSTs [VIDEO], Aids e Hepatites Virais, estabeleceu que no dia 28 do sétimo mês do ano, os órgãos federais devessem promover a campanha por meio do SUS (Sistema Único de Saúde).

Mas você sabe o que é hepatite?

A #hepatite é uma inflamação no fígado que pode ser aguda ou crônica, que tem como causa vírus ou bactérias que atacam o órgão digestório.

Publicidade
Publicidade

O fígado é responsável por ajudar na digestão e "dissolver" o que comemos.

As principais causas da hepatite são o abuso de remédios, álcool, drogas, doenças herdadas pelo DNA e também doenças autoimunes, como a Aids.

Quem contrai hepatite pelo vírus adquire os sintomas aos poucos e pode ficar contaminado por anos sem saber, tal como quem adquire HIV e também sífilis.

Sintomas da hepatite viral

Um dos principais sintomas da hepatite viral é a cor da urina, que muda para um tom escuro demais, além da cor amarelada da pele, olhos e fezes esbranquiçadas. A fraqueza no corpo é uma das características de quem adquiriu hepatite viral.

Óbitos e cura

De acordo com a OMS, mais de 1,4 milhão de pessoas morrem ao ano por conta da hepatite viral, um número impressionante e que tem crescido ao longo dos anos.

Publicidade

A hepatite viral tem tratamento, por meio de uso de remédios específicos recomendados por médicos. É preciso seguir as orientações farmacológicas e medicinais para sucesso no tratamento, caso contrário o paciente pode falecer.

Tipos de hepatite

As principais hepatites são doenças que são conhecidas em diversos tipos: A (HAV), B (HBV), C (HCV), D (HDV), E (HEV) e G (VHG).

Além das hepatites virais, a alcoólica é muito comum em pessoas que abusam do álcool por muito tempo. Um dos sintomas é o inchaço do fígado.

Prevenção

Para prevenir a hepatite, algumas atitudes são necessárias.

Uma delas é o uso de preservativos em todas as relações. É sabido que o vírus da hepatite pode ser transmitido pelo sangue e sêmen infectado, tal como o HIV.

Além disso, é preciso sempre fazer uso de seringas e materiais médicos descartáveis e esterilizados. Os médicos também recomendam o mesmo procedimento para tratamentos de manicure e pedicure, uso de lâminas de barbear e depilar.

O uso moderado de álcool é imprescindível para não contrair a hepatite alcoólica. #prevenção de hepatite