Publicidade
Publicidade

Que o mercado de cosméticos tem crescido a cada ano e criado novos tratamentos, não é novidade, mas, além de cuidar da pele, já é possível cuidar da estética íntima. As mulheres agora podem contar com um peeling íntimo para cuidar de sua saúde.

Devido as alterações hormonais devido ao envelhecimento, a região íntima feminina sofre mudanças que podem levar as dificuldades sexuais e afetar a autoestima. Muitas mulheres se queixam de falta de lubrificação e flacidez vaginal nos consultórios médicos.

Uma novidade que vem fazendo sucesso entre as mulheres, desde 2015, é o rejuvenescimento íntimo, que promete resolver todos os problemas causados pelo envelhecimento dessa região.

Publicidade

Segundo o dermatologista Thales Bretas, a procura desse tratamento é maior entre as mulheres de 50 e 60 anos que estão passando pela menopausa e sofrem com dor nas relações sexuais por falta de lubrificação natural.

Antes de iniciar o tratamento, o dermatologista recomenda uma visita ao ginecologista, para uma avaliação geral da saúde íntima. O tratamento é completamente indolor e não exige maiores cuidados.

A decisão de que tipo de tratamentos a mulher irá fazer é feita após uma entrevista inicial para verificar suas queixas. Segundo o dermatologista, a maior procura é pelo tratamento chamado Exilis Íntima. Nesse tratamento, as partes externas da vagina passam por uma radiofrequência focada, sem cortes, que diminui sua flacidez. O resultado é sentido na primeira sessão e a paciente não fica impedida de fazer qualquer atividade do seu dia-a-dia.

Publicidade

O segundo tratamento mais procurado é o Femilift. Nesse tratamento, com Pixel CO², são usado raios fracionados de laser nas paredes da vagina que estimulam a geração de colágeno através do calor. Esse tratamento fortalece o assoalho pélvico, devolvendo a lubrificação natural da região íntima e a capacidade de conter a urina.

Como o Exilis Íntima, esse tratamento não requer cortes e é realizado no próprio consultório médico. Esses tratamentos podem ser feitos anualmente, já que o envelhecimento vaginal é constante.

Outro tratamento, indicado pela dermatologista Juliana Piequet é o Spectra e o Peeling Íntimo. O Spectra usa o poder do laser para remover manchas na virilha causadas por depilação e atrito de roupas apertadas. Ele pode ser usado em qualquer época do ano e traz uma melhora da flacidez dos grandes lábios, pois estimula a criação de colágeno.

O Peeling Íntimo elimina as células mortas da pele através do uso de ácidos. Ele deixa a pele mais lisinha e jovem. A vantagem dele é a diminuição dos lábios vaginais.

Independe do tratamento escolhido, é importante ver um mercado voltado para saúde e autoestima da saúde íntima da mulher [VIDEO], independente da sua idade. Com uma maior qualidade de vida e tratamentos médicos, a idade tem se tornado cada vez mais relativa. Mulheres de 50 e 60 anos têm descoberto sua sexualidade após a maturidade. #Rejuvenescimento Vaginal #Prazer feminino