Todo o cuidado é pouco quando se fala sobre relações [VIDEO]sexuais, muitas vezes com o tempo certos cuidados acabam sendo esquecidos ou feitos sem muita atenção. Mas sempre precisamos estar tentando melhorar e nos aperfeiçoar em todas as atividades, veja agora se você está deixando alguma coisa passar, ou se está fazendo algo que não deve ser feito.

1 - Dupla camisinha

Existem duas versões para as camisinhas, masculina e feminina, quando for usada, basta uma delas. Muitos casais tendem a usar as duas por segurança, mas essa atitude só aumenta os riscos da gravidez. Duas camisinhas, inclusive se o homem usar uma por cima da outra, poderá provocar um atrito com o látex e aumentar as chances de que haja rompimento no preservativo, e isso acontece de maneira tão sutil durante o ato sexual, que muitos podem sequer perceber, e um simples vazamento pode resultar em uma gravidez indesejada.

Publicidade
Publicidade

Camisinha basta uma.

2 - Pílula do dia seguinte muitas vezes

Essa pílula é indicada para que um casal consiga reparar o erro de fazer sexo sem o uso de preservativo, e assim, evitar uma gravidez. Porém, é necessário dizer que não é um método contraceptivo eficaz quando usado muitas vezes, pois o efeito da pílula começa a se tornar cada vez mais fraco, até ser totalmente ineficiente. O maior cuidado é para evitar que se torne um hábito, pois o uso de camisinha é essencial para se evitar não só gravidez, mas doenças sexualmente transmissíveis, que muitos parecem esquecer que existem até adquirir uma.

3 - Ter relações sexuais em pé

Um mito propagado nas redes sociais faz crer que ao fazer sexo em pé, o esperma não poderá "subir" até o útero e isso, em tese, impediria a fecundação. Mas se trata de uma grande mentira, pois nenhuma posição onde a relação sexual ocorra sem o uso de preservativos fará o risco da concepção diminuir.

Publicidade

O caminho mais sensato é a combinação de camisinha com o anticoncepcional, mas tudo deve ser feito com acompanhamento médico, que é indispensável, pois com saúde não se brinca.

4 - Fazer sexo quando a mulher está menstruada

Esse é um erro clássico que pode levar um casal a ter um bebê antes que imagina, pois apesar das aulas do colégio, cada pessoa é única. Isso quer dizer que existem mulheres com cilcos menstruais irregulares e podem ovular inclusive durante a menstruação. Além disso, entrar em contato diretamente com o sangue pode acabar facilitando a ocorrência de alguma infecção, e também doenças sexualmente transmissíveis.

5 - Coito interrompido é ineficaz

A premissa do coito interrompido, é de que antes da ejaculação masculina, ainda não foram "libertados" espermatozoides, mas isso não é verdade. Durante toda a relação sexual, o pênis está lançando, mesmo que poucos, espermatozoides, e isso é mais que suficiente para ocorrer uma gravidez. Além disso, o controle do homem sobre o corpo pode ser insuficiente para que de fato consiga retirar o pênis antes da ejaculação, pois vai contra o instinto masculino.

Publicidade

Essa "técnica" jamais deve ser usada. #gestação #engravidar