Publicidade
Publicidade

Muitas mulheres nem imaginam, mas algumas atitudes que são tomadas após as relações íntimas podem trazer sérios problemas para a saúde delas. Quem explica a respeito de algumas coisas que não devem ser feitas após a relação é a ginecologista Lesli E. F. Page e foram publicadas pelo site da revista “Women’s Health”.

De acordo com Leslie, o corpo da mulher apresentará algumas reações que contribuem para o risco de doenças e alguns problemas. Ela explica que, durante a #relação íntima, os tecidos da vagina sofrem fricção e isso fará com que eles fiquem inchados.

Isso é uma reação natural do corpo da mulher. Porém, isso faz com que o risco de contrair algum tipo de infecção seja muito grande.

Publicidade

As atitudes que a mulher tomar podem influenciar diretamente em sua saúde. Confira logo abaixo o que não deve ser feito após as relações íntimas.

Urinar

A especialista esclarece que é aconselhável que a mulher espere pelo menos uma hora após as relações íntimas para poder urinar. De acordo com a explicação de Leslie, quando o xixi encosta na vagina, ele poderá empurrar bactérias para a bexiga o que poderia resultar em infecção. Ela ainda faz questão de frisar que, após a relação íntima, a vulva da mulher está mais sensível e por isso, ela fica mais propensa a infecções.

Higiene íntima

É comum que após a relação a mulher sinta necessidade de tomar banho e lavar a região íntima com sabonete. O que elas não sabem é que isso é totalmente desnecessário e prejudicial. Usar produtos de limpeza após o coito pode provocar secura e irritação vaginal.

Publicidade

A #Ginecologista Leslie ainda ressaltou que esse órgão feminino tem autolimpeza e é necessário que seja tratado com muita gentileza. Entretanto, se mesmo assim a mulher desejar tomar banho após a relação, é aconselhável que descarte qualquer tipo de produto e use apenas água para enxaguar a região íntima.

O uso de lingerie sexy

É comum que após a relação íntima, devido à transpiração, ao sêmen e as secreções vaginais, que a pele fique úmida e quente. Com isso, a pele da mulher precisa respirar. Por esse motivo é desaconselhável que a mulher opte por lingeries fabricadas com materiais sintéticos. Se for para usar uma roupa íntima, é melhor optar por uma que seja fabricada de algodão, pois, esse tipo de tecido permite que a pele respire melhor.

Lembre-se de deixar o seu comentário. Sua opinião é muito importante para a nossa equipe e sempre ajuda no diálogo. #infecção vaginal