Na próxima segunda-feira até quinta-feira (29 de janeiro), estarão disponíveis as inscrições para concorrer a uma vaga no programa universidade para todos (Prouni). São 213 mil bolsas de estudo oferecidas pelas instituições privadas de ensino superior e os 30.549 cursos já podem ser consultados pelo site do programa, filtrando por instituição, curso e município. As bolsas concedidas podem ser integrais ou parciais e das 213.113, 135.616 correspondem às integrais e 77.497 correspondem às parciais que podem chegar a um desconto de 50% no preço da mensalidade.

Quais são os critérios?

  • Renda familiar bruta, por pessoa, de até 3 salários mínimos. Entretanto, para conseguir uma bolsa integral, é necessário comprovação de renda familiar bruta de até um salário mínimo e meio, por pessoa;
  • Ter conquistado acima de 450 pontos na média de notas na edição do Enem 2014;
  • Ter tirado acima de zero na redação do Enem 2014;
  • Não possuir diploma de ensino superior;
  • Estar enquadrado em algum dos seguintes itens:
    • Cursou integralmente o ensino médio em escola pública ou da rede privada com bolsa integral da escola;
    • Cursou parte do ensino médio em escola pública e parte do ensino médio em escola privada com bolsa integral da escola;
    • Possui deficiência;
    • Atua como professor de escola da rede pública e deseja conquistar uma bolsa em curso de licenciatura. Neste caso, é dispensável comprovação de renda.

Para quem não conseguiu uma vaga em universidade pública no processo de #Seleção do Sisu, cujo resultado da primeira chamada estará disponível também na segunda-feira, 26 de janeiro, é uma excelente oportunidade de cursar uma universidade, mesmo que não consiga uma bolsa integral.

Publicidade
Publicidade

O programa também beneficia mesmo quem conquistou uma vaga pelo Sisu em município fora do seu domicílio ou para quem possui grande interesse em um curso de uma instituição específica, dentre outras razões. Se o candidato tiver concorrido nos dois processos, Sisu e Prouni, e tiver conseguido nos dois, terá que optar apenas por um para cursar. Está evidente a mudança ocorrida no País, no sentido de alcançar um número cada vez maior de pessoas no quadrante do terceiro grau. #Educação