Se no segundo semestre do ano passado os estudantes estavam com as atenções direcionadas ao ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), no início desse ano, os olhos voltam-se para os processos seletivos dos programas de bolsas de estudo disponibilizados pelo #Governo Federal, sendo esses o PROUNI (Programa Universidade Para Todos) destinado às vagas das universidades privadas e o SISU (Sistema de Seleção Unificada), direcionado às universidades públicas.

O SISU, em especial, ultrapassará a marca de 205 mil vagas para o ano de 2015, distribuídas em 5.631 cursos de 128 instituições de todo o Brasil, sendo 38 institutos federais de #Educação, ciência e tecnologia, dois centros federais de educação tecnológica (Cefet) e 59 universidades federais. Vale salientar que a primeira etapa do processo, na edição 2014, disponibilizou 171.401 vagas, um número 20% menor do que o quadro de 2015.

Segunda a lei de cotas federais, as universidades devem reservar, no mínimo, 37,5% de suas vagas para candidatos que estudaram em escolas públicas. Segundo análise, muitas das instituições disponibilizam uma porcentagem bem maior do que a exigida, cerca de 50%.

Para concorrer às vagas do SISU, os candidatos devem ter realizado o ENEM 2014 e, obrigatoriamente, não ter zerado na prova da redação. A consulta aos resultados do exame estará liberada a partir de terça-feira, 13 de janeiro.

As inscrições serão recebidas através do portal do programa, a partir do dia 19 de janeiro, segunda-feira. O prazo final para os interessados efetivarem suas inscrições é 23h59 do dia 22 de janeiro, quinta-feira. Apesar de as inscrições serem liberadas no dia 19, a partir do dia 12 de janeiro, segunda-feira, os candidatos podem ter acesso, via internet, à todas as vagas oferecidas pelas instituições de ensino superior, podendo analisar e escolher, antecipadamente, as opções que mais lhe agradam.


Informações adicionais sobre todo o processo, bem como prazos e procedimentos, podem ser encontradas no site oficial do SISU.