As áreas de vivência são direito do trabalhador. Todo local de #Trabalho deve possuir áreas humanizadas para os empregados. As áreas de vivências são fundamentais para o trabalhador, até porque ele precisa trabalhar em condições adequadas e realizar suas necessidades básicas.

Por isso é necessário realizar o que determina a NR18, que diz que todo local de obras deve conter instalações sanitárias, vestiários e refeitórios, podendo ter mais áreas de vivências de acordo com a necessidade dos trabalhadores. Vale lembrar que, para garantir a segurança dos trabalhadores, existem as normas regulamentadoras, como a NR18.

Entretanto, o fato de ser obrigatório não significa que as vivências devem ser construídas de forma inadequada.

Publicidade
Publicidade

Elas devem ser bem ventiladas, iluminadas, estruturadas, com condições de higiene e segurança. Se isso não for realizado, as construtoras podem ser multadas ou até mesmo as obras podem ser embargadas. Conclui-se, portanto, que as necessidades dos trabalhadores devem ser atendidas com vivências adequadas, ou as construtoras serão penalizadas.

Os alojamentos são tão importantes que a NR18 estabelece que devem ser bem conservados e higiênicos. Os alojamentos devem ser mantidos a partir do primeiro trabalhador e só serem retirados após a saída do último trabalhador. A segurança do trabalhador é muito importante, portanto os alojamentos devem se manter seguros, livres de incêndios e para isso acontecer deve haver a prevenção e orientação dos trabalhadores para não levar nenhum material inflamável para os alojamentos.

Publicidade

As áreas de vivência devem ser de instalações sanitárias, vestiário, alojamento, refeitório, cozinha, lavanderia, área de lazer, ambulatório, dependendo da quantidade de trabalhadores e principalmente das necessidades dos trabalhadores. Sendo que as instalações sanitárias, vestiários e refeitórios são os fundamentais que não podem faltar, mesmo em locais com poucos trabalhadores. A NR18 trata deste assunto com fundamental importância, sendo penalizado quem desrespeita as normas. #Justiça