Se você é morador do Espírito Santo, ou está em busca de uma oportunidade para mudar de cidade e garantir uma vaga como servidor público, anote a novidade na agenda: o Cesan (Companhia Espírito Santense de Saneamento) reabriu as inscrições para o concurso público que visa preencher 13 vagas na organização, além da formação de cadastro reserva.

Os interessados em participar do processo seletivo podem realizar as inscrições até a próxima sexta-feira (9), mais precisamente até às 13h, através do site da EPL Concursos, empresa responsável pela realização da prova. A inscrição será efetivada mediante o pagamento de uma taxa única no valor de R$52,20. A extensão do período de inscrições também é válida para quem já havia se inscrito, porém, não conseguiu realizar o pagamento da taxa até a data limite: é possível reimprimir o boleto bancário com uma nova data para pagamento. #Trabalho

As provas, contendo questões objetivas e, dependendo do cargo pretendido, também de aptidão física, estão previstas para o dia 8 de fevereiro de 2015, exclusivamente nos municípios de Nova Venécia e Castelo.


Há oportunidades para técnico de saneamento e gestão, com 7 vagas; assistente de saneamento e gestão nas funções de assistente administrativo A, com 1 vaga; assistente operacional A, com 1 vaga e operador de estação e tratamento A, com 4 vagas. Para o exercício de todas as funções, os candidatos deverão ter o ensino médio, ou o ensino técnico, completo.


Os vencimentos mensais, para uma jornada semanal de 44 horas, varia entre R$ 1.366,79 e R$ 1.953,54. Os colaboradores serão alocados em diversas regiões do estado do Espírito Santo, nas quais o Cesan exerce suas atividades.


Os candidatos podem acompanhar todas as novidades sobre o processo seletivo do Cesan através do site da organizadora, EPL Concursos. Lá também estão reunidos o edital de abertura e o requerimento para prova especial, documento específico e essencial para candidatos portadores de deficiência física. Quando a condição for aplicada, serão necessário anexar ao requerimento o laudo médico do candidato, comprovando tal a deficiência física e a necessidade de condições especiais de realização da prova.