A cidade de Macatuba, localizada no interior do estado de São Paulo, está com concurso público aberto para selecionar 32 pessoas para trabalharem na Prefeitura do município. Quem tem ensino fundamental pode concorrer aos cargos de: motorista, auxiliar de serviços gerais, com uma vaga cada ou ao cadastro reserva de cozinheiro. Os com ensino médio podem concorrer às vagas de: oficial administrativo; auxiliar de consultório; almoxarife; técnico em enfermagem; professor substituto; magistério: agente fiscal; visitador sanitário; inspetor de alunos e técnico de atendimento em farmácia.

Quem tem graduação completa pode pleitear as vagas de psiquiatra; enfermeiro; arquiteto; neuropediatra; engenheiro civil; terapeuta ocupacional; psicólogo; médico clínico geral; médico veterinário; pediatra e ginecologista.

Publicidade
Publicidade

Há também um segundo edital que traz vagas para agente comunitário de saúde, que pede ensino médio completo e agente de combate a endemias que exige ensino fundamental completo. Já o edital de número três seleciona odontólogo e assistente social, mas esses processos já estão em andamento.

A carga horária trabalhada varia entre 10 e 44 horas e a remuneração pode chegar a R$ 2.457,16. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas no site da Consesp até o dia 18 de janeiro. No site da Consesp você pode também acessar o edital completo, preencher a ficha e gerar o boleto com a taxa que varia de R$ 22,78 a R$ 60,43. A prova de múltipla escolha está prevista para ser realizada já no dia 22 de fevereiro de 2014. Quem fez a inscrição para o edital 2 e 3 já fará a prova no próximo dia 18 de janeiro.

Publicidade

Alguns cargos terão também prova de título ou prova prática, em data ainda não divulgada.

Caso você esteja tentando conquistar uma carreira no serviço público, é importante ler com atenção ao edital para saber mais detalhes e ver se você tem todos os requisitos exigidos. Maiores informações sobre esse certame no site da Consesp. Clique aqui e veja mais informações sobre concurso tanto de prefeituras, quanto os estaduais. #Trabalho