Orientadas pelas diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS), as residências multiprofissionais na área da saúde foram criadas pela Lei n° 11.129 de 2005. De acordo com a Resolução CNS nº 287/1998, abrangem diferentes profissões como nutrição, fonoaudiologia, medicina veterinária, odontologia, educação física, enfermagem, biomedicina, ciências biológicas, farmácia, psicologia, serviço social fisioterapia e terapia ocupacional.

A Comissão Nacional de Residência Multiprofissional em Saúde - CNRMS é a responsável por avaliar todos os programas de Residência em Área Profissional da Saúde e Residência Multiprofissional em Saúde, bem como fazer o credenciamento das mesmas.

Publicidade
Publicidade

Para atuar nesse processo estão sendo selecionados profissionais da saúde das seguintes categorias: educação física, farmácia, psicologia, serviço social, fisioterapia, fonoaudiologia, medicina veterinária, nutrição, enfermagem, biomedicina, física médica, biologia, terapia ocupacional, saúde coletiva e odontologia.

Os aprovados, quando necessário, serão chamados para avaliar os programas de residência nas modalidades multiprofissional e uniprofissional. As inscrições já estão abertas e podem ser realizadas no portal do MEC até o dia 10 de abril de 2015.

Quem pode participar e seleção

Podem participar pessoas com graduação completa em física, medicina veterinária, física médica, fisioterapia, serviço social, ciências biológicas, fonoaudiologia, nutrição, terapia ocupacional, odontologia, educação física, biomedicina, enfermagem, farmácia, psicologia, medicina e saúde coletiva.

Publicidade

É necessário ter especialização lato sensu realizada na modalidade residência e, nesse caso, dois anos de experiência após o término da residência ou pós-graduação stricto sensu.

É necessário também ter experiência de 12 meses em uma das áreas: preceptoria, gestão acadêmica, tutoria, gestão assistencial ou experiência em avaliação de cursos de pós-graduação graduação. Devem também ter currículo Lattes cadastrado e atualizado.

A seleção será feita com base nos currículos dos candidatos, levando em conta o seu perfil acadêmico e profissional. Os interessados devem ter disponibilidade de pelo menos três vezes ao ano se deslocar para realizar avaliações in loco. Cada uma dessas vezes será necessário permanecer entre três e cinco dias consecutivos.

A Divulgação dos aprovados na primeira etapa está prevista para dia 8 de maior. Maiores informações no site do MEC. #Seleção de Futebol #Vagas