Usufruir de uma experiência no exterior faz parte do sonho de muitas pessoas. O objetivo pode ser financeiro ou cultural. Seja para trabalhar, estudar ou até mesmo para realizar turismo, conhecendo com mais profundidade a cultura de outro país, vale muito a pena. O custo às vezes pode ser alto, mas o retorno é extremamente positivo.

Muitos profissionais sonham em construir uma carreira internacional. Muitos estudantes sonham com um diploma internacional. Entretanto, esse sonho pode ser inalcançável com recursos próprios, mas a Fundação Estudar abre oportunidades para qualquer área do conhecimento, contemplando universidades públicas e privadas.

Publicidade
Publicidade

As inscrições para o programa de bolsas da Fundação Estudar já estão abertas e podem ser realizadas até o dia 31 de março em seu site oficial. Os requisitos são:

  • Ter idade entre 16 e 34 anos;
  • Estar matriculado(a) ou em processo seletivo em: cursos de graduação no Brasil ou exterior, ou pós-graduação no exterior, nos níveis de pós-doutorado, doutorado, mestrado ou MBA.

O programa da Fundação Estudar é conhecido por selecionar jovens com maior potencial de contribuição para o desenvolvimento do Brasil para estudarem nas melhores universidades do mundo. O contemplado pode receber bolsa de 5% a 95% do valor solicitado. As bolsas disponíveis nesse ano são para graduação no Brasil ou exterior, intercâmbio acadêmico no exterior, duplo-diploma no exterior, mestrado, doutorado e pós-doutorado no exterior.

Publicidade

O processo seletivo é composto por 8 etapas que acontecerão no período de março a julho de 2015:

  • 1a. Inscrições; 
  • 2a. testes online para avaliação de perfil e raciocínio lógico; 
  • 3a. gravar um depoimento sobre toda a trajetória e as experiências adquiridas pelo candidato; 
  • 4a. e 5a. Entrevistas preliminares e completas, também de forma online, com a equipe da Fundação Estudar; 
  • 6a. dinâmica de grupo;
  • 7a. Painel com ex-bolsistas; 
  • 8a. Entrevista final.

A disputa é acirrada e é preciso ter resiliência. Os candidatos mais destacados em 6 etapas passam pelo crivo de ex-bolsistas e, caso aprovados, seguem para a etapa final (8a.), que consiste em entrevista com os membros do conselho administrativo da Fundação. Possivelmente existirão mentes brilhantes colaborando para o futuro do País. #Educação #Escola #Curso