Problemas entre clientes e empresas é algo corriqueiro no país. São milhares de processos que chegam à #Justiça, especialmente queixas de consumidores sobre os serviços prestados por telefonias e bancos. Inclusive foi disponibilizado pelo Procon-DF um ranking das empresas que receberam mais reclamações fundamentadas na lei. Entretanto, poucas pessoas conhecem os direitos que têm enquanto consumidores. Por isso, resolvemos apresentar 3 cursos de Direito do Consumidor gratuitos - todos são online e de fácil acesso.

O Instituto Legislativo Brasileiro (ILB), portal de educação vinculado ao Senado Federal, oferece o #Curso de Introdução ao Direito do Consumidor - conteúdo elaborado em parceria com a Anatel.

Publicidade
Publicidade

A carga horária é de 40 horas e é realizado pela internet. O curso é dividido em 7 módulos: Aspectos introdutórios; A responsabilidade civil nas relações de consumo; Publicidade no Direito do Consumidor; As práticas abusivas; Banco de dados e cadastro de consumidores; Proteção contratual e Defesa do consumidor em juízo. Para matricular-se no curso é necessário acessar o site da plataforma de ensino e aprendizagem do ILB/Interlegis.

Outra boa opção é o JurisWay, sistema educacional online que oferece centenas de cursos em várias áreas, dentre eles o curso de Direito do Consumidor. São dezenas de itens abordados, que vão desde a "Cobrança de Dívidas" até a explicação de como ocorreu o expurgo da poupança no Plano Collor. O curso pode ser realizado a qualquer momento via internet e é gratuito.

Publicidade

O Prime Cursos também disponibiliza um curso grátis sobre o tema. Os principais tópicos abordados são: Origens e finalidade; Código de Direito do Consumidor (CDC); Os direitos básicos do consumidor; Relação Jurídica de consumo e seus elementos e Proteção contratual. O curso pode ser acessado no site da Prime Cursos, empresa de ensino à distância.

Há muitas ocasiões nas quais os direitos do cidadão são desrespeitados. Confira algumas indenizações recebidas por situações que acontecem no dia a dia do brasileiro. #Finança