Você é professor, educador ou trabalha em algum setor da área de #Educação? Se sim, sabe que a qualificação e o processo de aprendizagem estão cada vez mais modernos e informatizados. Quem deseja sair na frente e reformular o dia a dia da sala de aula deve apostar em cursos de qualificação, videoaulas, infográficos, pesquisas etc.

Visando auxiliar os profissionais da educação, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo - em parceria com a ONG Inspirare e o Instituto Natura - disponibiliza a plataforma Currículo+, na qual os professores têm acesso gratuito à mais de 1.300 recursos digitais, todos direcionados à aprendizagem. Apesar de criado pelo #Governo do Estado de São Paulo, o programa pode ser frequentado por professores e educadores de todo o país.

Publicidade
Publicidade

Além de vídeos, a Currículo+ disponibiliza aos profissionais jogos digitais, áudio, simuladores, videoaulas, livros e aulas digitais, além de softwares. O conteúdo, que é alinhada ao currículo das escolas estaduais do Estado de São Paulo - foi reunido e publicado pelos próprios docentes da rede, com o auxílio do Instituto EducaDigital e da organização TIC Educa. Fazem parte do catálogo tópicos presentes dos cronogramas das aulas de Arte, Biologia, Ciências, Educação Física, Espanhol, Filosofia, Física, Geografia, História, Inglês, Matemática, Língua Portuguesa, sociologia e Química.

Podem utilizar os materiais tanto os professores e educadores dos anos iniciais e finais da ensino Fundamental, quanto os docentes do Ensino Médio. Para ter acesso ao conteúdo não é necessário cadastro ou senha, basta acessar a plataforma Currículo+ e navegar. Além dos materiais digitais prontos para uso, os profissionais também aprenderão, através de dicas, como criar suas próprias peças digitais e utilizá-las em sala de aula.

Segundo a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, é recomendado que os alunos também participem da plataforma, de modo que analisem, em casa, os tópicos abordados pelos professores, em sala de aula. Desta forma, o uso da tecnologia pode proporcionar uma maior interação entre alunos e docentes.

A plataforma Currículo+ também abre espaço aos professores que desejam criar e compartilhar os seus objetos digitais de aprendizagem: basta enviá-los pela própria plataforma e aguardar a análise realizada pela curadoria do projeto. Os conteúdos aprovados serão disponibilizados juntamente com os créditos dos criadores. Vale salientar que, para o envio dos objetos, os docentes precisam se cadastrar previamente.