Quem procurou por concursos em 2014 deve ter ficado meio frustrado com as poucas opções, mas 2015 está sendo diferente, além dos editais que já foram divulgados há previsão de cinco grandes seletivas até o final do ano, no mínimo. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) ainda não confirmou o número divulgado de 1.131 #Vagas e nem publicou o edital, mas quem tem interesse em fazer a prova não deve esperar a confirmação do Ministério de Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) para começar os estudos. A expectativa é que antes do fim do primeiro semestre seja confirmado o número de vagas, assim como a data da inscrição e da prova.

Publicidade
Publicidade

Os cargos ainda não foram oficialmente confirmados, mas os candidatos podem ter como base as informações do último concurso do DNIT, realizado em janeiro de 2013. Para nível médio e técnico as funções eram as seguintes: Técnico em Topografia, Técnico de Suporte em Infraestrutura de Transportes, Técnico Administrativo e Técnico de Laboratório. Já os cargos para candidatos com nível superior eram divididos em Analista em Infraestrutura de Transporte - geoprocessamento, engenharia civil e ambiental - e Analista Administrativo - TI, administração e ciências contábeis.

Na ocasião, um total de 1.200 vagas foram oferecidas com rendimentos que variavam de R$ 2.507,30 a R$ 7.815,81, esses valores provavelmente vão ser incorporados também ao processo seletivo deste ano.

Programe-se

Como o concurso nacional do DNIT costuma ser bastante concorrido e cobra uma quantidade enorme de conteúdo, a programação e a organização dos estudos se torna primordial nesse período que antecede a divulgação do edital de abertura.

Publicidade

Para se sair bem no processo seletivo é necessário focar os estudos em um único cargo já que na triagem é cobrado assuntos gerais e específico. Para quem tem dúvidas sobre como e quais os conteúdos deve estudar, o ideal é acessar as provas e o gabarito do concurso anterior, além de procurar apostilas que auxiliem na hora da preparação para prova.

Vale lembrar que em 2013 foram realizadas duas provas objetivas e uma discursiva, todas as avaliações tinha poder classificatório e eliminatório. #Trabalho