Foi prorrogado o prazo para a inscrição do processo seletivo simplificado do Ministério da Saúde (MS). O órgão pretende contratar 469 profissionais que tenham nível médio (técnico) e superior para diferentes cargos. Vale ressaltar que as #Vagas são temporárias, com duração de no mínimo seis meses, mas existe a possibilidade de prorrogação. O instituto também pretende formar cadastro de reserva, o que permite o aproveitamento dos candidatos aprovados além da necessidade atual.

Até o dia 15 de maio, os candidatos interessados em trabalhar temporariamente em um dos hospitais federais do Rio de Janeiro poderão acessar o site do Núcleo Estadual do Ministério da Saúde no Rio de Janeiro e realizar a inscrição.

Publicidade
Publicidade

O candidato deve informar em quais instituições de ensino estudou. Se possuir pós graduação, é preciso mencionar qual a área do curso. As últimas experiências profissionais serão relevantes na avaliação, que se dará por análise curricular. Por isso, é necessário anexar currículo atualizado, além de indicar três hospitais, dentre os participantes do processo, para trabalhar.

As vagas são para as seguintes instituições: Hospital Federal de Bonsucesso, Hospital dos Servidores do Estado, Instituto Nacional de Cardiologia, Hospital Federal de Ipanema, Hospital Federal do Andaraí, Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia, Hospital Federal da Lagoa e Hospital Federal Cardoso Fontes.

Para os profissionais com ensino técnico, há 103 oportunidades para o cargo de técnico de enfermagem.

Publicidade

Já para aqueles que possuem graduação específica, há 156 vagas para enfermeiro, 10 para fisioterapeuta e 200 para médico com uma das seguintes especialidades: cirurgião e clínico geral, ginecologista, cardiologista, neurologista, obstetra, ortopedista, pediatra, oftalmologista e dermatologista.

A remuneração para técnico de enfermagem é de R$ 1024,18, enfermeiros e fisioterapeutas receberão R$ 1597,49 e médicos com 20 horas semanais R$5815. A jornada dos técnicos e enfermeiros é de 40 horas por semana, já a dos fisioterapeutas é de 30 horas. #Trabalho #Governo