O esperado certame da Escola Nacional de Administração Pública (Enap) e do Ministério do Planejamento (MPOG) finalmente teve o seu #Edital publicado no dia 16 de junho de 2015. Para facilitar ainda mais a vida dos concurseiros que têm interesse em pleitear uma das 556 #Vagas, as inscrições para o concurso público foram prorrogadas até 15 de julho.

Há oportunidades para todas as regiões do Brasil. Todas as vagas exigem formação em curso superior em instituição reconhecida pelo ministério da educação. Embora algumas oportunidades peçam formação específica, outras podem ser ocupadas por candidatos com qualquer formação superior.

Publicidade
Publicidade

Vagas existentes no certame

As mais de 500 vagas são distribuídas da seguinte maneira: assistente social (7), geólogo (16), arquivista (9), administrador (6), técnicos em assuntos educacionais (1), analista técnico administrativo (83), analista de tecnologia da informação (300), médico (4), economista (7), engenheiro (54), arquiteto (16), geógrafo (17) e contador (14).

Dessas vagas, as de técnico em assuntos educacionais e de analista técnico administrativo podem ser ocupadas por formados em qualquer área. As oportunidades do MPGO somam 534 vagas e quem for selecionado poderá trabalhar na Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação, Secretaria de Patrimônio da União ou na Estrutura Remuneratória Especial. A remuneração oferecida varia entre R$ 3.625,42 e R$ 5.596,31.

Já os interessados nas vagas do Enap terão o salário de R$ 4.514,22.

Publicidade

São 22 oportunidades, sendo 18 delas para técnico em assuntos educacionais e 4 para técnico de nível superior. Lembrando que tanto nas oportunidades para o Enap quanto nas do MPOG á reserva de vagas para cotistas.

Vagas nos seguintes estados: AC, AP, AM, CE, AL, BA, MS, MG, ES, RS, RO, RN, GO, MA, MT, PE, PI, RJ, RR, SC, PB, PR, SP, SE, PA, TO e também no DF. 

Inscrições para o concurso do MPOG e Enap

Interessados em concorrer a uma das quase 600 vagas podem entrar no site da Cesp/Unb que é a organizadora do certamente, para preencher a ficha de inscrição. Após isso, é necessário emitir o boleto de pagamento da taxa, que é de no máximo R$ 100. Mais informações no mesmo site. #Trabalho