O Tribunal de Contas da União (TCU) abriu concurso público para ocupar 108 #Vagas de nível médio e superior.

São 42 vagas para técnico federal de controle externo, nas áreas de apoio técnico e administrativo, para nível médio, com salário de R$ 7.938,36 e outras 66 vagas para auditor federal de controle externo, com nível superior em qualquer área e salário de R$ 14.078,66. Ambas as funções possuem uma jornada de #Trabalho de 40 horas.

As inscrições abrem no dia 15 de junho e podem ser feitas até o dia 29 de junho de 2015, diretamente no site da Cesbe/UNB. As taxas de inscrição custam R$ 90 para os cargos de nível médio e R$ 160 para os cargos de nível superior.

Publicidade
Publicidade

A previsão é de que as provas do concurso público sejam aplicadas nos dias 9 e 16 de agosto. As oportunidades são para as cidades de Boa Vista, Rio Branco, Macapá, Brasília, Cuiabá, Manaus e Belém. A validade do concurso público para o Tribunal de Contas da União tem validade de 90 ou 2 anos, dependendo do cargo, e pode ser renovada por um período igual, uma única vez.

As provas

As provas do concurso para os cargos de técnico federal de controle externo - nível médio - serão compostas de uma prova objetiva com 100 questões, dividas igualmente em conhecimentos básicos e específicos, além de duas provas discursivas, ambos de caráter eliminatório e classificatório. Ela terá duração de 6 horas e será aplicada no dia 9 de agosto de 2015, na parte da manhã e tarde.

Já as provas para o cargo de auditor federal de controle externo - nível superior - será composta de 200 questões, igualmente divididas em conhecimentos gerais e conhecimentos específicos.

Publicidade

Entre os assuntos cobrados estão língua portuguesa, língua inglesa, raciocínio analítico, matemática financeira, noções de estatística, controle externo, direito constitucional, administrativo, civil, processual civil e penal. Haverá também duas provas discursivas, de caráter eliminatório e classificatório, na provável data de 16 de agosto de 2015. No total a prova terá duração de 10 horas, divididas entre os turnos da manhã e da tarde. #Governo