O concurso do Exército Brasileiro é um dos mais esperados pelos profissionais de diversas áreas. No ano de 2015, vários editais estão sendo lançados, dando oportunidade tanto para os graduados, quanto para quem tem ensino médio. Neste certame, serão selecionados os graduados que tiverem interesse em fazer parte do Curso de Formação de Oficiais do Quadro Complementar no ano de 2016.

Há vários outros concursos abertos com #Vagas para diferentes áreas de atuação. Veja a lista completa aqui.

Vagas no concurso público do Exército Brasileiro

O certame é do Departamento de Educação e Cultura do Exército e vai admitir 63 pessoas com vagas distribuídas nas seguintes áreas: fisioterapia (4 vagas); assistência social (4 vagas); informática (10 vagas); ciências contábeis (5 vagas); psicologia (2 vagas); enfermagem (15 vagas); direito (10 vagas); nutrição (2 vagas); terapia ocupacional (2 vagas); fonoaudiologia (2 vagas); administração (5 vagas);e medicina veterinária (2 vagas).

Publicidade
Publicidade

Inscrições para o concurso público

Interessados em participar do concurso público para fazer parte do Curso de Formação de Oficiais do Quadro Complementar no ano de 2016 podem se inscrever até às 15h do dia 7 de agosto de 2015. O horário válido é o de Brasília.

Para ler o #Edital, tirar as dúvidas e preencher a ficha de inscrição é preciso entrar no site da Escola de Formação Complementar do Exército. Após preencher a ficha, é preciso pagar uma taxa de inscrição no valor de R$ 120. O boleto pode ser impresso após a inscrição virtual ser concluída.

Provas

Todos os inscritos serão submetidos à Inspeção de Saúde, Verificação Documental e Preliminar, Exame Intelectual, Revisão Médica, Exame de Aptidão Física e Comprovação dos Requisitos para Matrícula.

Além da graduação completa, é preciso que o candidato tenha registro profissional expedido pelo órgão fiscalizador da profissão, quando for o caso.

Publicidade

O interessado deve ter no máximo 36 anos no dia 31 de dezembro do ano de sua matrícula.

Os aprovados serão submetidos ao curso e depois serão nomeados como Oficiais do Quadro Complementar.



#Trabalho