Estudantes que querem ingressar em uma universidade e ainda não conseguiram uma vaga, precisam ficar atentos: as inscrições para a lista de espera do Programa Universidade Para Todos - Prouni, começam hoje.

As oportunidades são para os estudantes que não conseguiram uma vaga nas duas últimas chamadas do programa, é possível efetuar a inscrição até o dia 20 de julho, mas é interessante não deixar para última hora, uma vez que o site pode ficar congestionado e você não conseguir se inscrever.

Nos cursos de primeira opção podem se inscrever os participantes que não obtiveram êxito nas chamadas regulares, quem não foi convocado para a segunda opção ou até mesmo quem não conseguiu por conta de turmas canceladas.

Publicidade
Publicidade

Para participar dos cursos de segunda opção a regra é um pouco diferente, o estudante não pode ter sido convocado nas chamadas em que: a) não houve formação de turma na primeira opção; b) não tenha conseguido a classificação por conta da inexistência de mais bolsas para os cursos de primeira opção ou c) foi chamado na primeira opção, mas que foi reprovado pela não formação de turmas.

A relação dos candidatos aprovados nessa lista estará disponível no dia 23 de julho, no portal oficial. Os estudantes que forem selecionados deverão comparecer entre os dias 24 e 27 de julho nas instituições de ensino, munidos de todos os documentos necessários para a comprovação dos dados informados durante a inscrição.

Os estudantes serão convocados por meio da nota obtida em 2014 no Exame Nacional de Ensino Médio - Enem.

Publicidade

Nesta edição do programa são ofertadas mais de 116 mil bolsas de estudo, sendo que 68.971 mil são integrais e 47.033 são parciais. Elas são válidas nas instituições privadas de ensino superior que aderem ao programa.

Só foram aceitas candidaturas de estudantes que obtiveram nota maior que 450 pontos e não zeraram a redação do Enem. Os cursos mais procurados deste ano foram, respectivamente: administração, direito e engenharia civil.

O Prouni

O Prouni é um programa criado pelo governo federal em 2004 e executado através do Ministério da #Educação (MEC). Ele oferece bolsas parciais e integrais em instituições privadas de ensino superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica para estudantes brasileiros que estão em busca da conquista de seu diploma.

#Vagas