As melhores universidades do mundo estão nos Estados Unidos. Das 20 instituições que fazem parte do ranking de Xangai deste ano, 16 são universidades norte-americanas. E os programas de verão têm atraído muitos estudantes brasileiros para aproveitarem as férias de julho e agosto de forma muito produtiva. Os alunos que quiserem se candidatar precisam estar matriculados no ensino médio e participar de processo seletivo. São necessárias cartas de recomendação (que podem ser das escolas, de professores, chefes, familiares, etc) e redações que expliquem os motivos de interesse à candidatura.   

Segundo a jornalista Andrea Tissenbaum do Blog da Tissen, algumas universidades chegam a entrevistar os candidatos através de representantes das instituições.

Publicidade
Publicidade

Os programas de verão das Universidades americanas têm uma curta duração e acontecem nas férias das universidades. Há aulas teóricas, práticas, atividades culturais e desportivas. Os alunos ficam hospedados nos dormitórios das universidades e têm a oportunidade de vivenciar a vida acadêmica e universitária.

O Instituto Social para Motivar, Apoiar e Reconhecer Talentos, o Ismart, é uma entidade privada fundada em 1999, sem fins lucrativos, que busca jovens talentos de baixa renda. Os alunos entre 12 e 15 anos são escolhidos e recebem bolsas em escolas particulares de excelência. Além do acesso a programas de desenvolvimento e orientação profissional, desde o ensino fundamental até à #universidade.

Os Summer Programs das Universidades americanas são excelentes oportunidades para que estes jovens ingressem em ótimas universidades e após formados possam mudar a sua realidade local.

Publicidade

Mais notícias sobre bolsas e #Vagas de emprego pelo mundo:

Alemanha oferece bolsas de estudo de até 2.750 euros a brasileiros

Quer morar na Europa? A Polônia procura profissionais de língua portuguesa

Inscrições abertas para bolsas de estudo no Reino Unido com tudo pago

Se você sonha em morar fora do Brasil, a Austrália é uma ótima opção

Alemanha busca professores de Educação Básica. Salários começam em € 2.405,70 #Educação