A Policia Federal anunciou, nesta semana, que se encontram bastante avançados os trâmites para que seja publicado, ainda este ano, o edital referente ao concurso para provimento de vagas para os cargos de delegado e perito criminal da instituição. Após o anúncio oficial, no mês de março deste ano, a polícia federal já recebeu de volta o processo de solicitação de novas contratações, por parte do Ministério do Planejamento.

Foram atualizados os dados a respeito do impacto financeiro das novas contratações e os mesmos já foram remetidos de volta ao Ministério da Justiça. O processo segue agora para nova análise do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP).

Publicidade
Publicidade

Após esta análise, será dado início à elaboração do edital do concurso.

Os organizadores do concurso pretendem publicar o edital ainda no segundo semestre deste ano. As provas deverão ser aplicadas no início de 2016.

Serão, ao todo, 588 vagas, sendo 491 destinadas ao preenchimento de vagas para o cargo de delegado e as restantes 67 vagas para o cargo de perito criminal. Para o cargo de delegado, o candidato tem que comprovar graduação em ensino superior, e com formação no curso de Direito. É necessário ainda que o mesmo comprove ter exercido por três anos de atividade policial ou jurídica até a data da posse. Para concorrer ao cargo de perito, basta o candidato ter formação superior em áreas específicas. Esta áreas serão definidas pela publicação no Edital do Concurso. Para ambas as carreiras, a remuneração inicial será de R$ 16.830,85. A jornada de trabalho será de 40 horas semanais.

As vagas serão destinadas em ordem de prioridade para os estados que fazem fronteira com o Brasil e para os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima.

Publicidade

Os servidores que já trabalham neste lugares poderão então ser remanejados. De acordo com o mesmo critério, outros Estados poderão ser contemplados com os novos servidores, dependendo, é claro das necessidades de cada um. 

O concurso será aplicado em todas as capitais, sendo as provas escritas compostas de provas de conhecimento geral e específico. O exame oral aplicado somente na sede da instituição em Brasília. 

 

                      #Governo