Com a divulgação das medidas de ajuste fiscal pelo #Governo, uma das dúvidas que está assustando os candidatos a concurso público é a medida do governo, que suspende a realização dos certames para o ano de 2016.

As informações divulgadas ontem pelo ministério do Planejamento aparecem no momento certo para acalmar a dúvida de quem está se preparando para um concurso público ou para quem já foi aprovado e está esperando ser nomeado.

O ministério do Planejamento juntamente com o da Fazenda, buscam uma reorganização nas contas públicas e já anunciam as mudanças na realização de concursos, que porventura, venham a ser solicitados pelos órgão da administração pública para o preenchimento de suas carências funcionais.

Publicidade
Publicidade

Se a Lei Orçamentária (PLOA) for aprovada no Congresso, o governo não vai criar cerca de 40.389 cargos, que estavam na expectativa de serem homologadas. As solicitações de novo concursos, que devem ocorrer até o dia 31 de maio de cada ano só serão examinadas no primeiro semestre de 2016. Se aprovadas, a autorização só será concedida para o ano seguinte, ou seja, 2017. A nota do ministério do Planejamento não deixa dúvida. "As solicitações para concursos em 2016 ficam suspensas".

Ficam de fora do pacote de ajuste fiscal, as empresas estatais que podem realizar concursos conforme a necessidade de cada uma.

Qual a real a situação dos concursos, cujos editais estão previstos para este ano e a autorização já foi aprovada? Os processos seletivos cuja autorização já foi concedida durante 2015, serão todos mantidos.

Publicidade

Portanto, os candidatos devem manter o ritmo normal de estudos e não desanimar.

Os candidatos, já aprovados em um concurso em período anterior a 2016, não serão convocados? Estes candidatos já aprovados terão a sua nomeação garantida, respeitando-se o número de vagas de edital e a validade do concurso. A mesma situação se enquadra para os concursos que já obtiveram homologação e que aguardam autorização para a nomeação. Esta garantia visa a evitar uma avalanche de ações na Justiça, por parte dos candidatos já aprovados e que não são chamados, até que o prazo de validade dos mesmos se expire.

Veja abaixo quais os concursos estão em andamento e cujas autorizações continuam sendo mantidas.

Agência Nacional de Saúde(ANS); Agência Nacional de Petróleo(ANP); Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS); Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Correios, Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC); Fundação Nacional do Índio(FUNAI) e o ministério das Relações Exteriores. #Finança #Blasting News Brasil