O concurso do INSS 2015 é um dos mais esperados e concorridos durante todos os anos, e nesta semana foi confirmado que o certame será organizado e aplicado pela empresa organizadora Cespe/UnB. Segundo informações recentes, a portaria com os detalhes sobre a escolha será publicada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira.

Ótima notícia para quem vai participar

A melhor notícia desta matéria é que podemos informar aos interessados que foi aceito o reajuste de salário para o INSS de 10,8% sobre o salário-base.

Portanto, após esta notícia, a remuneração salarial para o cargo de técnico do seguro social, que exige o nível médio, teve um reajuste passando de R$ 4.620,91 para R$ 4.768,90.

Publicidade
Publicidade

Para o cargo de analista do seguro social com nível superior, a remuneração salarial passará de R$ 7.147,12 para R$ 7.504,45. Vale lembrar que após seis meses de trabalho no cargo de analista de seguro social, o salário reajustará novamente para até R$ 8.050,25.

concurso do INSS 2015 será aplicado para diversas regiões do país e tem como objetivo selecionar profissionais para ocupar 950 vagas abertas que já foram autorizadas, dentre o número de vagas, 800 será para o cargo de técnico e 150 para analista, todos os cargos na área de Serviço Social.

Recentemente o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) informou que o concurso do INSS não está incluído na lista afetada pelos cortes no Orçamento para o ano de 2016. Ficando assim confirmadas as 950 vagas.

Fim da greve do INSS

Esta também é uma boa notícia para todos aqueles que planejam disputar uma vaga para trabalhar no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS): após cerca de 78 dias em greve, o #Governo finalmente chegou a um acordo com os servidores grevistas, tornando assim o próximo concurso do INSS ainda mais atrativo.

Publicidade

A informação passada pela entidade é que o retorno dos servidores ao trabalho iniciará nesta quarta-feira (30), aleatoriamente algumas das agências do INSS serão reabertas apenas na próxima quinta-feira (01). O INSS, informou que o retorno ao trabalho dependerá da assinatura e/ou acordo entre o governo e suas entidades de cada estado.  #Educação #Edital