Conquistar uma vaga de estágio ou trainee em uma grande companhia pode ser a oportunidade para estudantes começarem uma carreira, ou, até mesmo, adquirir experiência para alçar projetos mais longos.

Empresas como: Ambev, Tim, Apple, Alcoa, Nestlé, Gol, e até a Google, estão selecionando candidatos para concorrerem a #Vagas em seus #Negócios. Outras empresas internacionais também estão na busca de profissionais para trabalharem no exterior.

É o caso da MicrosoftFacebook na Irlanda e Trivago, que querem pessoas que possuam fluência em outra língua e muitas querem aqueles que falem fluentemente o português. 

Tendo em perspectiva que cada empresa exige um perfil para selecionar seus candidatos, e os critérios são variados, boas dicas ajudam na hora de produzir um bom currículo e chamar a atenção dos headhunters ou recrutadores.

Publicidade
Publicidade

Entender a empresa e o tipo de negócio que ela faz, saber sobre seus produtos, avaliar os requisitos que elas exigem para o candidato, são pontos importantes na hora de mandar seu currículo.

As empresas enxergam nos trainees os profissionais estratégicos do futuro que elas precisam para continuar suas atividades e, por isso, muitas delas investem pesado em treinamentos, testes e desafios para achar aquele que melhor se encaixa em sua política empresarial.

Pensando nisso, a Ambev lançou um desafio de marketing que escolherá aqueles com melhores desempenhos em atividades para criação de narrativas, estratégias e sugestões de campanhas para seus produtos. Os selecionados avançam para as etapas posteriores da escolha dos estagiários.

RUMO NA CARREIRA

O estágio pode ser um teste vocacional para ajudar o profissional a decidir qual caminho sua carreira deve seguir.

Publicidade

Passar uma temporada desenvolvendo atividades em uma grande empresa pode ser essencial para aprimorar o conhecimento individual e também saber como é a rotina de atividades de empresas nacionais e internacionais.

Com essa bagagem em mãos, o candidato pode reprogramar quais habilidades quer aprimorar e também planejar o seu futuro, escolhendo novos cursos e qualificação de acordo com as metas que quer alcançar.

EMPREENDER TAMBÉM UM CAMINHO

Aliar o aprendizado acadêmico com uma experiência real de mercado também pode despertar o lado empreendedor das pessoas. Segundo uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas, com um grupo participante de um encontro de lideranças profissionais, 58% dos jovens brasileiros estão empreendendo neste momento e 75% querem estar empreendendo de alguma forma nos próximos 10 anos.

Isso demonstra uma tendência de que o negócio próprio ou em parceria está na frente na preferência, até mesmo, por uma sedutora carreira executiva.  #estágios